Publicidade

Estado de Minas

EUA 'não pode confirmar' responsabilidade do EI no atentado do Tajiquistão


postado em 31/07/2018 22:42

Os Estados Unidos "não podem confirmar" a responsabilidade do grupo Estado Islâmico no assassinato no domingo de quatro turistas estrangeiros no Tajiquistão, disse nesta terça-feira o Departamento de Estado.

"Neste momento não podemos confirmar quem é responsável por este ataque", disse a porta-voz do Departamento, Heather Nauert, enquanto o grupo extremista assumiu a responsabilidade pelo ataque e nesta terça-feira difundiu um vídeo onde os supostos autores lhe juravam lealdade.

"O governo dos Estados Unidos está auxiliando as autoridades do Tajiquistão em sua investigação e daremos mais informações quando as tivermos", acrescentou Nauert.

Sete turistas estrangeiros que andavam de bicicleta foram atropelados no domingo por um automóvel e atacados por homens armados na região de Danghara, 150 quilômetros ao sul da capital, Dusambé.

Dois americanos, um suíço e um holandês morreram. Outro suíço e outro holandês ficaram feridos e um francês saiu ileso.

O EI, que imediatamente reivindicou a ação, fez circular nesta terça-feira um vídeo dos supostos executores em que dizem ter "a autorização de Alah" para matar os "incrédulos".

Entretanto, o governo de Tajiquistão rejeita a reivindicação do EI e aponta como responsável o Partido do Renascimento Islâmico do Tajiquistão, proibido em 2015.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade