Publicidade

Estado de Minas

Mercado ignora tensões políticas e Wall Street fecha em alta


postado em 11/06/2018 19:36

Wall Street fechou em alta nesta segunda-feira (11), sem se afetar ao fiasco da cúpula do G7, mas à espera de indicadores econômicos e da reunião entre o presidente Donald Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

O índice industrial Dow Jones subiu 0,02%, a 25.322,31 unidades, o tecnológico Nasdaq avançou 0,19%, a 7.659,93 unidades, e o S&P; 500 teve alta de 0,11%, a 2.782,00.

"O mercado continua animado pelos bons dados do emprego dos Estados Unidos no maior crescimento do segundo trimestre, que augura bons resultados para as empresas", disse William Lynch, da Hinsdale Association.

Nesse contexto, os investidores relegaram a um segundo plano o recrudescimento das tensões comerciais, evidenciado na cúpula do G7 neste fim de semana.

"Os mercados reagiram um pouco diante dos elementos negativos, como as tensões comerciais, a alta dos juros, ou as eleições italianas, mas essa reação não dura muito, porque a economia funciona muito bem", comentou Art Hogan, da Wunderlich Securities.

No mercado de títulos, o rendimento de bônus dos Estados Unidos a 10 anos subia a 2,952%, contra 2,946% de sexta-feira, e o dos bônus a 30 anos avançava a 3,094%, ante 3,090% do fechamento anterior.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade