Publicidade

Estado de Minas

UE apoia primeiro-ministro canadense após "duras palavras" de Trump


postado em 11/06/2018 09:30

Bruxelas, 11 - A União Europeia expressou hoje seu apoio ao primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, o chamou de "desonesto" e "fraco" na esteira da reunião de líderes do grupo dos sete países mais industrializados do mundo, encerrada neste fim de semana em Quebec.

O porta-voz da Comissão Europeia, Margaritis Schinas, disse que a UE "apoia totalmente" o comunicado conjunto emitido pelo G-7 no sábado. Ele acrescentou que o presidente da comissão, Jean-Claude Juncker, agradece Trudeau "pela excelente preparação e condução dessa cúpula desafiadora".

Inicialmente, Trump deu seu endosso ao comunicado. Horas mais tarde, porém, o presidente americano decidiu retirar seu apoio. Trump se queixou de ter sido surpreendido por críticas de Trudeau a suas ameaças tarifárias, durante coletiva de encerramento da cúpula.

Schinas disse ainda que a "UE continuará defendendo um sistema multilateral e internacional baseado em regras". Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade