Publicidade

Estado de Minas

Opas reporta caso de pólio na Venezuela 29 anos após erradicação


postado em 09/06/2018 21:24

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) reportou um caso de poliomelite em uma criança indígena de dois anos no leste da Venezuela, país onde a doença viral foi erradicada há 29 anos.

"Um poliovírus vacinal Sabin tipo 3 foi isolado e tipificado pelo laboratório de referência nacional, o Instituto Nacional de Higiene 'Rafael Rangel', na amostra deste paciente coletada em 30 de abril de 2018", indica a Opas em um comunicado divulgado neste sábado.

A organização detalhou que o menor não tem antecedentes de vacinação e é "residente de uma comunidade indígena sub-imunizada" no estado Delta Amacuro, onde prevalecem condições de extrema pobreza.

O médico José Félix Oletta, ex-ministro da Saúde, assegurou à AFP que o último caso de poliomielite aguda na Venezuela foi reportado em 1989 e afirmou que "há outros três (casos) suspeitos", também em Delta Amacuro.

Oletta explicou que a Opas tenta determinar como o menor se contagiou: "se foi um Sabin direto por vacina, como alega o governo, ou se foi uma mutação vinculada à vacina que se pode contagiar no ambiente". Várias crianças na zona foram vacinas por via oral.

A poliomielite é uma doença viral altamente contagiosa, que se transmite através de alimentos e água contaminados. Seus sintomas iniciais incluem febre, fadiga, dor de cabeça, vômitos, rigidez no pescoço e dor nos membros.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade