Publicidade

Estado de Minas

Áustria anuncia fechamento de mesquitas e expulsão de imãs


postado em 09/06/2018 00:30

Berlim, 08 - O governo da Áustria disse nesta sexta-feira que está fechando sete mesquitas e que planeja expulsar imãs em uma ofensiva contra o "islã político" e o financiamento estrangeiro de grupos religiosos. O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, disse que o governo está fechando uma mesquita nacionalista turca em Viena e dissolvendo um grupo chamado Comunidade Religiosa Árabe, que administra seis mesquitas.

As ações do governo são baseadas em uma lei de 2015 que, entre outras coisas, impede que comunidades religiosas obtenham financiamento do exterior. O ministro do Interior da Áustria, Herbert Kickl, disse que as autorizações de residência de cerca de 40 imãs empregados pela ATIB, um grupo que supervisiona as mesquitas turcas no país, estão sendo revisada devido a preocupações com o financiamento. Kickl disse que, em dois casos, as licenças já foram revogadas.

O conservador Kurz tornou-se chanceler em dezembro em uma coalizão com o anti-imigração Partido da Liberdade. Na campanha eleitoral do ano passado, as duas siglas que compõem a coalizão pediram controles de imigração mais rígidos, deportações rápidas de requerentes de asilo cujos pedidos são negados e uma repressão ao islã radical. O governo anunciou recentemente planos para proibir meninas em escolas primárias e jardins de infância de usar lenços na cabeça, aumentando as restrições existentes a véus. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade