Publicidade

Estado de Minas

Nicarágua registra 121 mortos em onda de protestos contra governo


postado em 05/06/2018 19:30

Ao menos 121 pessoas morreram e 1.300 ficaram feridas na Nicarágua na onda de protestos contra o governo, incluindo uma criança morta na cidade de Granada, informou um organismo de direitos humanos nesta terça-feira (5).

A última recontagem de vítimas feita pelo Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (Cenidh) também inclui 10 pessoas mortas no fim de semana em confrontos entre manifestantes e forças governistas na cidade de Masaya (sul).

Segundo Marlin Sierra, secretária executiva do Cenidh, um menor faleceu nesta terça-feira na cidade turística de Granada por um disparo durante um confronto entre manifestantes e grupos de choque ligados ao governo.

O pároco da igreja Xalteva de Granada, Wilmer Pérez, disse ao canal 100% Noticias que o menor morreu em meio a enfrentamentos quando grupos ligados ao governo tentaram retirar uma barricada na cidade, 45 quilômetros ao sul da capital.

"A situação é muito tensa no setor da paróquia La Merced, as pessoas disseram que tinha gente armada. Alguns dizem que (os agressores) são da juventude sandinista junto com a polícia", afirmou o religioso.

No fim de semana, 10 pessoas morreram em violentos confrontos registrados em Masaya.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade