Publicidade

Estado de Minas

Concurso 'Miss América' elimina desfiles em traje de banho


postado em 05/06/2018 18:00

O concurso "Miss América" anunciou nesta terça-feira (5) a eliminação dos desfiles em traje de banho e disse que não julgará mais a aparência física das candidatas, em meio ao movimento #MeToo que questiona o anacronismo deste tipo de eventos.

A partir da próxima edição do concurso, em setembro, "os trajes de banho serão eliminados", anunciou a organização em um comunicado.

Em vez de realizar esse desfile, que representava 10% da nota final, as 51 candidatas participarão em uma sessão interativa com os juízes onde dialogarão sobre suas conquistas e metas e sobre como usarão "seus talentos, paixão e ambição para desempenhar o trabalho de Miss América".

As competidoras também deixarão de se apresentar em trajes de gala, desfile que representava 15% da nota final, e poderão se vestir com a roupa que lhes pareça mais confortável e que expresse sua personalidade.

"Já não somos um concurso de beleza", disse Gretchen Carlson, presidente do diretório de Miss América e vencedora do título em 1989, ao fazer o anúncio no canal de televisão ABC. "Somos uma competição".

"Quem não quer se sentir empoderada, aprender sobre liderança e pagar a universidade e poder mostrar ao mundo quem você é como pessoa de dentro de sua alma?", questionou. "Isso é o que estaremos julgando agora".

O #MeToo, que surgiu a partir do escândalo provocado por mais de uma centena de acusações de assédio, agressão sexual e estupro contra o ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein, derrubou dezenas de homens poderosos de várias indústrias e estimulou uma reflexão mundial sobre o sexismo e o assédio sexual no trabalho.

Carlson, feroz defensora do #MeToo e ex-apresentadora da Fox News, chegou em 2016 a um acordo amistoso com essa rede após denunciar ter sido assediada sexualmente por Roger Ailes, o presidente do canal que renunciou ao cargo após várias denúncias contra ele.

O Miss América, que completará 100 anos em 2021, será transmitido pelo ABC em Atlantic City, Nova Jersey, em 9 de setembro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade