Publicidade

Estado de Minas

Estilista Kate Spade é encontrada morta nos Estados Unidos

Ela era considerada um dos maiores nomes da moda e se suicidou


postado em 05/06/2018 13:54 / atualizado em 05/06/2018 14:17

Kate Spade e Michael Kors no Queens, em Nova York, em 2004(foto: Zack Seckler / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)
Kate Spade e Michael Kors no Queens, em Nova York, em 2004 (foto: Zack Seckler / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)

A estilista Kate Spade, 55 anos, um dos maiores nomes da moda dos Estados Unidos, foi achada morta nesta terça-feira em Nova York, depois de cometer suicídio, segundo confirmou a polícia, que afirma que ela teria deixado um bilhete. 


O site de celebridades TMZ informou anteriormente que a ex-editora da revista Mademoiselle se enforcou em seu apartamento de Park Avenue, em Manhattan.

 

Kate Spade, ex-editora da revista Mademoiselle, se desfez de sua famosa marca em 2006, e esta foi comprada por Coach por 2,4 bilhões de dólares em 2017. Um ano antes, ela retornou ao mundo da moda com a marca Frances Valentine, o mesmo nome de sua filha, que hoje tem 13 anos.


Trajetória

Nascida em 24 de dezembro de 1962, em Kansas City, Katherine Noel Brosnahan era jornalista e começou a carreira, já na moda, escrevendo para uma revista, a Madeimoselle. Em 1991, ela deixou a revista, onde teria atuado como repórter e editora de acessórios, para ser estilista.

Atualmente, a marca Kate Spade tem quase 150 lojas espalhadas pelos Estados Unidos e outras 175 pelo mundo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade