Publicidade

Estado de Minas

Abbas denuncia 'massacre' israelense em Gaza e rejeita mediação americana


postado em 14/05/2018 13:54

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, denunciou um "massacre" na fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel, depois que soldados israelenses mataram pelo menos 52 palestinos nesta segunda-feira.

Abbas, que decretou três dias de luto nos Territórios Palestinos, acrescentou que "os Estados Unidos não são mais mediadores no Oriente Médio" e chamou a embaixada americana inaugurada hoje em Jerusalém de "um novo posto avançado de colonização".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade