Publicidade

Estado de Minas

Libertados britânicos sequestrados na República Democrática do Congo


postado em 13/05/2018 12:00

O ministro britânico das Relações Exteriores, Boris Johnson, anunciou neste domingo (13) a libertação de dois turistas britânicos que haviam sido sequestrados, sexta-feira, no parque nacional dos Virunga, no leste da República Democrática do Congo.

"Estou contente de anunciar que os dois cidadãos britânicos que estavam mantidos como reféns na República Democrática do Congo foram libertados", escreveu Boris Johnson em um comunicado, sem especificar se o motorista congolês, também em cativeiro, havia sido posto em liberdade.

"Presto uma homenagem às autoridades congolesas e ao Instituto Congolês para a Conservação da Natureza por seu apoio incansável", completou.

Johnson também enviou uma mensagem de apoio à família da congolesa Rachel Makissa Baraka, uma guarda do parque Virunga, assassinada durante o sequestro.

Os dois turistas britânicos e seu motorista foram capturados na sexta-feira, nesse parque natural situado na província de Kivu do Norte, bastião de vários grupos armados.

Segundo a imprensa local, o Exército congolês tomou rapidamente medidas para encontrar os desaparecidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade