Publicidade

Estado de Minas

Facebook suspende acesso de firma acusada de usar dados da Cambridge Analytica


postado em 07/04/2018 18:48

Menlo Park, EUA, 07 - O Facebook decidiu suspender o acesso de uma firma canadense de consultoria à rede social em meio a informações de que ela teria relação com a Cambridge Analytica - companhia britânica de coleta de dados acusada de obter ilegalmente dados de até 87 milhões de usuários do Facebook para manipular eleições.

A empresa em questão é a AggregateIQ, que pode ter se apropriado indevidamente de dados de usuários do Facebook.

Durante a campanha para as eleições presidenciais norte-americanas, Donald Trump usou serviços da Cambridge Analytica. A empresa diz que recebeu dados de 30 milhões de usuários, mas alega nunca ter feito uso das informações.

Denúncias apontam que a AggregateIQ trabalhou na campanha para que o Reino Unido deixasse a União Europeia, decisão que ficou conhecida como Brexit. Em seu site oficial, a AggregateIQ diz que não é propriedade ou tem relação com a Cambridge Analytica. Também nega ter acesso a dados do Facebook obtidos pela Cambridge Analytica. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade