Publicidade

Estado de Minas

Press Release from Business Wire : Foundation for a Smoke-Free World, Inc.


postado em 19/03/2018 21:30

Foundation for a Smoke-Free World divulgou hoje as descobertas a partir de uma pesquisa mundial para compreender melhor os fumantes, suas experiências e os desafios que enfrentam quanto tentam abandoar o tabagismo. A pesquisa também destaca sua consciência referente ao mal causado pelo fumo e como suas percepções de cigarros, produtos alternativos e nicotina influenciam sua motivação para se afastar do fumo. Os dados irão formar o desenvolvimento da pesquisa a fim de determinar as melhores soluções para acelerar o fim do tabagismo mediante diversas culturas e condições econômicas.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20180319006362/pt/

Figure 1: Which of the following situations, if any, apply to you? (% - Top Three Answers per Country) (Graphic: Business Wire)

A Pesquisa sobre o Estado do Tabagismo 2018incluiu17.421 fumantes, ex-fumantes e não fumantes naquele momento de 13 países: Brasil, França, Grécia, Índia, Israel, Japão, Líbano, Malawi, Nova Zelândia, Rússia, África do Sul, Reino Unido e EUA. Em paralelo, uma série de grupos com foco qualitativo foi realizada em sete países (França, Grécia, Índia, Nova Zelândia, África do Sul, Reino Unido e EUA) para oferecer contexto adicional aos resultados qualitativos. A pesquisa foi conduzida por Kantar Public, uma agência integrada de consultoria e pesquisa, que esteve engajada pela Fundação.

As principais descobertas são:

1. O fumo não é um hábito isolado. Os fumantes o consideram profundamente integrado com os prazeres básicos da vida, como comer, beber e socializar. Atualmente, métodos implementados de cessação não consideram estes, resultando na continuação do vicio.

2. Os fumantes sabem que fumar é prejudicial à sua saúde e muitos consideram a si mesmos em piores condições de saúde que os não fumantes, no entanto, não se envolvem ativamente com seus atendentes de saúde ou discutem a cessação efetiva ou soluções de redução do dano com os mesmos. O sistema de saúde precisa se comprometer melhor com os fumantes e os atendentes médicos necessitam de mais ferramentas efetivas para ajudar os fumantes a abandonar o vício.

3. Há uma confusão entre os fumantes sobre os males relativos do fumo e alternativas menos prejudiciais. Enquanto o povo "fuma pela nicotina, mas morre do alcatrão", haverá ainda considerável má percepção sobre os riscos da nicotina. Isto impacta sua motivação por abandonar ou tentar produtos alternativos de redução do risco.

"Espero que esta pesquisa leve muitos dos um bilhão de fumantes de todo o mundo a agir e parar de fumar, provocando uma discussão significativa sobre as razões extremamente complexas por que muitas pessoas continuam a fumar, e esclarecendo a necessidade urgente de desenvolver comunicações mais efetivas para ajudar os fumantes a abandonar o fumo ou reduzir substancialmente seus riscos", disse o Dr. Derek Yach, Presidente da Foundation for a Smoke-Free World. "Ao compreender melhor os fatores chave do motivo por que pessoas começam a fumar, barreiras ao abandonar e motivações para parar, podemos ajudar a reduzir as consequências negativas à saúde para muitos que estão presos no ciclo do vício de produtos de consumo de tabaco."

Descobertas específicas da pesquisa global incluem:

-- O fumo está estreitamente associado com os rituais e rotinas diárias como levantar, fazer refeição, pausa do lanche e socialização. Em alguns países (como Brasil, Grécia e Líbano), muitas vezes se fumam cigarros com café ou chá e em muitos países, se fumam cigarros comumente após as refeições. (veja figura 1)

-- Na maior dos países, houve um desejo significativo de abandonar o fumo. (veja figura 2)

-- A maioria dos fumantes entrevistados reconhecem que o fumo é prejudicial à sua saúde e relatam como sendo menos saudáveis que os não fumantes, no entanto, visitam seus assistentes de saúde com menos frequência que os não fumantes. (veja figuras 3 e 4)

-- O fator principal que motiva os fumantes a abandonar ou considerar isto é sobretudo sua preocupação sobre sua saúde pessoal. (veja figura 5)

-- Embora uma grande maioria de fumantes tenha sobrevivido tentando abandonar sem acompanhamento, estes buscaram muitas vezes assistência ao mudar para terapia de substituição da nicotina e medicamentos de prescrição preliminares. Em alguns países (isto é, França, Grécia, Japão, Líbano, Nova Zelândia, Rússia, Reino Unido, EUA), fumantes relataram o uso de cigarros eletrônicos e outros aparelhos de substituição da nicotina para reduzir ou deixar de fumar cigarros. (veja figura 6)

Outras descobertas deste estudo estão disponíveis em: https://www.smokefreeworld.org/sites/default/files/uploads/derek-yach-press-conference-presentation.pdf. Imagens de alta resolução dos gráficos estão disponíveis em: https://www.dropbox.com/sh/0bw9ckaac0h7cu9/AAB1ihaAu9Ilr_aFdaxZq60ia?dl=0.

"Os dados demonstram que para entender melhor as experiências exclusivas e lutas de fumantes individuais, podemos suportar melhor cada jornada de abstinência destas pessoas", disse o Dr. Yach. "Nesta época de medicina personalizada, é lógico que devem parar o tratamento de fumantes em todo o mundo como um grupo homogêneo e iniciar o desenvolvimento, abraçando uma ampla gama de soluções que permitam fumantes individuais selecionar o método que funciona melhor para sua situação e, sendo mais importante, reduzir o mal, doença e morte que é causada pelo fumo."

Sobre a Foundation for a Smoke-Free World

A Foundation é uma fundação privada independente formada e operada livre do controle ou da influência de qualquer terceiro. A Philip Morris International, S.A. forneceu os fundos iniciais à Foundation. A Foundation concede e dá suporte a pesquisas médicas, agrícolas e científicas para o fim do tabagismo e seus efeitos à saúde, bem como aborda o impacto da redução da demanda por tabaco em todo o mundo.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20180319006362/pt/

Feinstein Kean Healthcare Lynn Blenkhorn, 617-761-6766 Lynn.Blenkhorn@fkhealth.com

This material is not an AFP editorial material and AFP shall not bear responsibility for the accuracy of its content. In case you have any questions about the content, kindly refer to the contact person mentioned in the text of the release.

End of the Business Wire's Press Release


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade