Publicidade

Estado de Minas

Sobre Nafta, Trudeau reitera que ausência de acordo é melhor que um mau acordo


postado em 08/02/2018 01:18

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, reiterou nesta quarta-feira durante uma visita aos Estados Unidos que se retirará do Tratado de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta) se não surgir um acordo aceitável das negociações.

"Não seremos pressionados para aceitar um velho acordo, a ausência de acordo pode ser melhor para o Canadá que um mau acordo", disse Trudeau em Chicago, sua primeira parada em uma visita que o levará também a Los Angeles e San Francisco.

Os comentários do líder canadense chegam depois de que a última rodada de negociações entre Canadá, Estados Unidos e México terminou em 29 de janeiro sem avanços significativos.

O presidente americano, Donald Trump, ameaçou se retirar do pacto se este não for renegociado de acordo com sua conveniência.

As negociações já haviam ficado bloqueadas em torno a uma controversa exigência de Washington, a "sunset clause", que colocaria fim ao acordo comercial após cinco anos, a menos que seja renovado pelas partes.

Perguntado na segunda-feira sobre as mudanças que não poderia aceitar, Trudeau disse: "Tudo que implique um nível de incerteza - como uma 'sunset clause', por exemplo, para as empresas - é algo sobre o qual temos graves reservas".

A próxima rodada de negociações do Nafta foi fixada para o fim de fevereiro no México, antes de continuar em Washington.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade