Publicidade

Estado de Minas

Um morto em dispersão de protestos de opositores em Honduras


postado em 05/02/2018 22:30

Uma pessoa morreu nesta segunda-feira em Honduras quando policiais dispersaram manifestantes opositores que bloqueavam uma estrada no norte do país contra o início do segundo mandato do presidente Juan Orlando Hernández, informaram organismo humanitários.

O coordenador do Comitê para a Defesa dos Direitos Humanos em Honduras (Codeh, não governamental), Hugo Maldonado, indicou à AFP que "Ismael Hernández morreu quando policiais militares disparavam" contra os manifestantes em Choloma, uma localidade situada cerca de 190 km ao norte da capital.

O porta-voz policial, Jair Meza, explicou que a polícia estava verificando a informação que recebeu de várias fontes sobre a vítima fatal durante o desalojo.

O fato teria ocorrido quando simpatizantes da esquerdista Aliança de Oposição Contra a Ditadura bloquearam a passagem em Choloma, situada entre San Pedro Sula e Puerto Cortés, o principal porto do país.

Enquanto isso na capital, mais de 1.000 estudantes da Universidade Nacional Autônoma de Honduras tomaram a avenida Suyapa, gritando "Fora JOH (Juan Orlando Hernández)" e lançando pedras nos policiais.

Em ambos os bloqueios "se usaram métodos dissuasivos e a passagem está habilitada", indicou o oficial.

Os policiais atacaram os manifestantes com bombas de gás lacrimogêneo para dispersá-los.

Os protestos se mantêm intermitentes em várias zonas do país desde que Hernández venceu as eleições de 26 de novembro do ano passado.

O presidente começou seu segundo mandato em 27 de janeiro, em meio aos protestos, para governar por mais quatro anos.

Maldonado disse que o Codeh registrou mais de 20 mortos devido aos conflitos derivados do resultado eleitoral, embora o Comitê de Familiares de Detidos Desaparecidos em Honduras (Cofadeh) afirme ter contabilizado mais de 30.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade