Publicidade

Estado de Minas

Maduro lança "Plano Coelho" para incentivar criação de coelhos e combater a fome


postado em 16/09/2017 21:31

Caracas, Venezuela, 16 - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, defendeu o plano de incentivar a criação de coelhos e consumi-los por causa da crise econômica em seu país e acusou os críticos da iniciativa de serem incapazes de dar soluções às dificuldades enfrentadas pelo país.

Maduro disse em um discurso no palácio presidencial que seu governo decidiu lançar esta semana o chamado "Plano Coelho" para buscar alternativas de "bem-estar" e "proteína" para os venezuelanos.

O governante disse que um novo plano chegará a bairros e organizações de vizinhança conhecidas como "comunas", acrescentando que também promoverá a criação de caprinos.

Maduro atribuiu como ridículas e numerosas as críticas feitas por opositores e analistas ao "Plano Coelho", dizendo ser uma "manipulação daqueles que não conseguem dar uma solução".

O líder da oposição e ex-candidato presidencial Henrique Capriles questionou a iniciativa. "Isto é uma piada de mau gosto... Você, o governo, pensa que os venezuelanos são estúpidos? Nós não somos", disse ele.

Capriles acusou o governo Maduro de ser responsável pela crise econômica que enfrenta a Venezuela.

A Venezuela está mergulhada em uma situação econômica complexa com inflação de três dígitos, problemas de escassez de alimentos, medicamentos e outras commodities e uma forte recessão. As dificuldades econômicas foram um dos desencadeantes dos protestos anti-governo no país entre abril e julho que deixaram mais de 120 mortos e quase 2 mil feridos. Fonte: Associated Press

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade