Publicidade

Estado de Minas

Coreia do Norte ameaça 'afundar' Japão com arma nuclear e reduzir EUA a 'cinzas'

Declaração é nova reação contrária às sanções determinadas pelo Conselho de Segurança da ONU


postado em 14/09/2017 05:43 / atualizado em 14/09/2017 10:25

(foto: Britta Pedersen / dpa / AFP)
(foto: Britta Pedersen / dpa / AFP)

Um órgão estatal da Coreia do Norte ameaçou hoje usar bombas nucleares para "afundar" o Japão e reduzir os EUA a "cinzas e escuridão", em reação à decisão do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), na última segunda-feira, de aprovar novas sanções contra Pyongyang.

As sanções, aprovadas por unanimidade, vieram após o regime norte-coreano ter realizado seu sexto e maior teste nuclear, no dia 3.

O Comitê norte-coreano para a Paz da Ásia-Pacífico, que lida com assuntos externos de Pyongyang, também defendeu o desmantelamento do Conselho de Segurança e o descreveu como "ferramenta do mal", segundo comunicado divulgado pela agência de notícias norte-coreana KCNA.

Enquanto isso, protestos contra armas nucleares seguem acontecendo pelo mundo.

Nessa quarta, na Alemanha, manifestantes posaram ao lado de mísseis falsos usando máscaras do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e do líder da Coreia do Norte, Kim Jon-un. Eles são ativistas da organização não-governamental ICAN (International Campaign to Abolish Nuclear Weapons, ou Campanha Internacional para Abolição de Armas Nucleares, em tradução livre).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade