Publicidade

Estado de Minas

ONU considera novas sanções contra a Coreia do Norte


postado em 11/09/2017 11:37

O Conselho de Segurança da ONU vota nesta segunda-feira uma série de novas sanções contra a Coreia do Norte por iniciativa de Washington, que suavizou as demandas iniciais para buscar o apoio de Moscou e Pequim.

Depois que Pyongyang realizou o sexto - e mais potente - teste nuclear no início do mês, Washington pediu a intensificação das ações internacionais contra o regime norte-coreano.

A votação no Conselho de Segurança da ONU acontecerá às 22H00 GMT (19H00 de Brasília), anunciou o presidente do organismo.

O projeto de resolução original pedia um rígido embargo do petróleo e o congelamento dos bens do líder norte-coreano Kim Jong-Un.

Mas o documento foi suavizado após vários dias de duras negociações com Rússia e China.

Agora, a resolução estabelece um embargo "progressivo" sobre o petróleo destinado a Coreia do Norte, ao invés de um embargo total e imediato, segundo uma versão que circulava no domingo à noite.

Diante da oposição da Rússia e da China, o governo dos Estados Unidos também aceitou não congelar os bens do líder norte-coreano, Kim Jong-Un, e suavizou sua posição sobre os trabalhadores norte-coreanos expatriados e a inspeção à força dos navios suspeitos de transportar cargas proibidas pelas resoluções da ONU.

A proibição a todos os membros da ONU de importar produtos têxteis norte-coreanos, no entanto, permanece no texto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade