Publicidade

Estado de Minas

Kosovo: Ramush Haradinaj é eleito como primeiro-ministro


postado em 09/09/2017 17:43

Pristina, 09 - Ramush Haradinaj foi eleito como primeiro-ministro do Kosovo. Haradinaj, de 49 anos, é do partido de centro-direita Aliança para o Futuro de Kosovo (AAK), já comandou o país por um curto período em 2004 e foi um dos líderes na guerra pela independência. Ele é acusado de crimes de guerra pela Sérvia.

Em uma votação no Parlamento, neste sábado, foram obtidos 61 votos a favor e uma abstenção, confirmando assim o resultado das eleições do dia 11 de junho. Membros da oposição boicotaram a votação.

O novo gabinete será formado por 21 ministérios, distribuídos em cinco partidos políticos aliados. Behgjet Pacolli, do Aliança para um novo Kosovo, será o ministro das relações exteriores.

"É um dia de oportunidades para o nosso país e para o nosso povo. Meu comprometimento é que este governo irá servir Kosovo, nossa população e cidadãos", disse Haradinaj.

Haradinaj foi primeiro-ministro de dezembro de 2004 até março de 2005, quando deixou o cargo para ser julgado em um tribunal da Organização das Nações Unidas (ONU) pelo seu papel na guerra pela independência da Sérvia, em 1998 e 1999. Ele foi absolvido de duas acusações de crimes de guerra. A Sérvia, por outro lado, continua a acusá-lo. Em janeiro deste ano, Haradinaj foi preso em um aeroporto na França, mas o país não realizou a extradição solicitada pela Sérvia.

Kosovo declarou sua independência em 2008, mas a Sérvia, além de outros países membros da ONU, não reconhece. "Nossa história com a Sérvia no passado é trágica, mas não podemos mudar o fato de que somos vizinhos. Nós temos que manter as conversas", disse Haradinaj. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade