Publicidade

Estado de Minas

Turquia emite mandados de prisão para 189 juízes e promotores


postado em 14/10/2016 13:43

Ancara, 14 - A Turquia emitiu novos mandados de prisão para 189 juízes e promotores, como parte de uma investigação sobre a tentativa de golpe militar no país em julho, disse a agência de notícias estatal turca, Anadolu, nesta sexta-feira.

Segundo a agência, a Turquia acusou o clérigo muçulmano baseado nos EUA, Fethullah Gulen, de orquestrar a tentativa de golpe. Gulen nega envolvimento no ato. Mais de 32 mil pessoas foram presas e aguardam julgamento, enquanto cerca de 100 mil outras pessoas foram demitidas ou suspensas de seus empregos em órgãos públicos.

A agência Anadolu também afirmou que um programa criptografado foi utilizado na tentativa de golpe para que os seguidores de Gulen se comunicassem. Entre os suspeitos do governo, estão alguns juízes e promotores que trabalham no Superior Tribunal de Justiça do país. Fonte: Associated Press.


Publicidade