Publicidade

Estado de Minas

Morreu o servo-croata Goran Hadzic, acusado de crimes de guerra


postado em 12/07/2016 17:07

O líder rebelde servo-croata Goran Hadzic, acusado de crimes de guerra na antiga Iugoslávia (1991-1995), morreu nesta terça-feira, noticiou a agência oficial de notícias Tanjug.

"Goran Hadzic morreu hoje (terça-feira) de uma grave doença", reportou a agência, citando o hospital regional da província de Vojvodina.

Hadzic, de 57 anos, era acusado de 14 crimes de guerra e contra a humanidade e era investigado por uma corte das Nações Unidas especializada em crimes de guerra.

Em abril, os juízes da corte de crimes de guerra, baseada em Haia, determinaram a interrupção definitiva do julgamento de Hadzic, que lutava contra um câncer no cérebro em estágio avançado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade