Publicidade

Estado de Minas

Radovan Karadzic é condenado a 40 anos de prisão por genocídio


postado em 24/03/2016 11:55

O ex-líder político sérvio-bósnio Radovan Karadzic foi considerado culpado de genocídio e outras nove acusações de crimes contra a humanidade e crimes de guerra cometidos durante a guerra da Bósnia, declararam nesta quinta-feira os juízes do Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia (TPII).

"Radovan Karadzic, o Tribunal o condena a 40 anos de prisão", pronunciou o juiz O-Gon Kwon, após a corte absolver o réu de uma acusação de genocídio em sete municípios da Bósnia.


Publicidade