Publicidade

Estado de Minas

Cerca de 400 sírios bloqueados em Beirute por imposição de visto pela Turquia


postado em 08/01/2016 17:10

Cerca de 400 sírios ficaram presos nesta sexta-feira no aeroporto de Beirute em razão da entrada em vigor de um novo regulamento da Turquia, que agora impõe vistos de entrada, informaram fontes no aeroporto.

Estes passageiros chegaram de avião na quinta-feira de Damasco, mas as duas aeronaves turcas que deveriam levá-los para a Turquia não chegaram.

Mas, à meia-noite, entrou em vigor a obrigação para todo sírio de possuir um visto emitido por uma embaixada turca para entrar por via marítima ou aérea no país, confirmou à AFP uma fonte do ministério das Relações Exteriores.

Esta medida não se aplica a quem chega por terra nem aos refugiados, que constituem a maioria dos sírios na Turquia, de acordo com um oficial turco.

Os passageiros "passaram a noite no aeroporto de Beirute porque um dos aviões teve problemas técnicos e o segundo problemas logísticos", informou à AFP Mohammad Shahabeddine, chefe da aviação civil libanesa.

"Será a companhia síria Cham Wings que irá repatriá-los a bordo de três aviões", acrescentou.

Já Fadi Al-Hassan, diretor do aeroporto de Beirute, explicou que um primeiro avião já havia transportado um primeiro grupo de passageiros de volta a Damasco e um segundo grupo estava prestes a embarcar. O terceiro grupo vai esperar.

O governo sírio anunciou em 17 de dezembro sua decisão de impor vistos para os cidadãos turcos que pretendam entrar na Síria, cancelando um acordo bilateral de isenção de vistos entre Damasco e Ancara em vigor desde setembro de 2009, na sequência de uma medida semelhante adotada pela Turquia.

Ex-aliada da Síria, a Turquia rompeu relações diplomáticas com o presidente Bashar al-Assad depois da revolta popular iniciada em março de 2011 e agora apoia a oposição.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade