Publicidade

Estado de Minas

Morre ex-núncio acusado de pedofilia que seria processado no Vaticano


postado em 28/08/2015 05:37

O ex-núncio polonês Josef Wesolowski, que seria o primeiro processado no Vaticano por abusos sexuais de menores, morreu na madrugada desta sexta-feira, informaram fontes da Santa Sé.

O ex-núncio de 67 anos, que atuou na República Dominicana, tinha problemas de saúde não divulgados. Wesolowski foi internado em um hospital em julho, um dia antes do início de seu julgamento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade