Publicidade

Estado de Minas

Empregadas domésticas protestam em frente ao consulado indiano em NY


postado em 20/12/2013 19:22

Empregadas domésticas protestaram nesta sexta-feira em frente ao consulado indiano, em Nova York, para pedir justiça no caso de uma colega que teria sido vítima de maus tratos por parte de uma diplomata desse país.

A consulesa-geral adjunta em Nova York, Devyani Khobragade, foi detida na semana passada por suspeita de pagar uma empregada doméstica muito abaixo do salário mínimo e por mentir a respeito dela em sua solicitação de visto.

O caso provocou um incidente entre Índia e Estados Unidos, depois que a diplomata disse ter chorado ao ser revistada e algemada pela polícia. O episódio irritou o governo indiano.

Nesta sexta, cerca de 30 trabalhadoras domésticas, acompanhadas por ativistas, protestaram pacificamente em frente à elegante casa que serve de sede do consulado indiano em Nova York, no bairro do Upper East Side.

"A escravidão tem de acabar", cantava uma parte do grupo, formado por mulheres em sua maioria, em apoio à colega identificada como Sangeeta Richard.

"Trabalhadoras domésticas livres, livres! Acabem, acabem com a escravidão!", gritavam, exigindo do governo indiano o reconhecimento de que sua colega foi alvo de "abuso verbal".

Na quinta-feira, a Índia pediu aos Estados Unidos que desconsiderem qualquer acusação contra sua diplomata e peçam desculpas "claramente" pelo ocorrido.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade