Publicidade

Estado de Minas

Família luta para manter veado dentro de casa nos EUA

Animal foi domesticado, mas criação fora do habitat natural não é permitida no país


postado em 04/05/2013 14:20 / atualizado em 04/06/2013 15:27

 

Animal é criado dentro da casa, como um membro da família(foto: Daily Mail/Reprodução)
Animal é criado dentro da casa, como um membro da família (foto: Daily Mail/Reprodução)

 Uma família estadunidense luta contra o Departamento de Recursos Naturais de Michigan para continuar criando uma fêmea de veado dentro de casa. Como uma lei estadual proíbe que animais selvagens sejam mantidos em cativeiro, o órgão iniciou os procedimentos para retirá-lo da residência, após uma denúncia anônima. A questão é que o mamífero foi totalmente domesticado e poderá morrer se retornar ao habitat natural.

 A família, que não quis ser identificada, diz que levou o veado para casa ainda filhote, após a mãe ser abatida em uma mata vizinha. Após ser ferida, a genitora entrou em trabalho de parto e deu a luz a dois animaizinhos. Um deles morreu em seguida, mas o outro sobreviveu após receber cuidados dos donos da propriedade. Ela foi batizada de Lilly e recebeu até mamadeira, durante o período de duas semanas.

 Já se passaram cinco anos desde que Lilly foi encontrada. Desde então, ela vive dentro de casa, como um membro da família, e ainda desfruta da companhia de três gatos e dois cães, que também são mascotes da casa. Os criadores do veado dizem que não sabiam que era ilegal mantê-lo na residência e que temem pela vida da fêmea. Eles alegam que os vizinhos não se incomodam com o animal e desconfiam que a denúncia tenha sido feita por um novo morador.

 Para tentar solucionar o impasse, o casal contratou um advogado. Ele estuda uma medida que agrade às duas partes, como encaminhar a fêmea a um zoológico próximo, onde ela receberia cuidados e poderia até ser visitada pelos atuais criadores.


Publicidade