Publicidade

Estado de Minas

Austrália inicia investigação sobre abusos sexuais de menores


postado em 03/04/2013 07:52

A Austrália abriu oficialmente nesta quarta-feira uma investigação pública sobre abusos sexuais cometidos contra menores em instituições religiosas, associações ou públicas, após uma série de escândalos que envolveram padres católicos.

A comissão de investigação, que não tem como função incriminar indivíduos, interrogará 5.000 supostas vítimas de agressões em hospícios, escolas, igrejas, paróquias, associações esportivas ou centros de detenção para menores.

A missão é examinar a resposta dada pelos organismos às suspeitas de abusos.

A primeira-ministra Julia Gillard havia anunciado a criação da comissão em novembro. Nesta quarta-feira, ela advertiu que a Austrália deve "enfrentar verdades desagradáveis".

Um relatório preliminar deve ser divulgado até junho de 2014, mas os trabalhos da comissão prosseguirão até junho de 2015.


Publicidade