Publicidade

Estado de Minas

Dois mausoléus sufistas queimados na Tunísia


postado em 24/01/2013 22:25

Dois mausoléus sufistas foram incendiados nesta quinta-feira na Tunísia, segundo testemunhas e a imprensa local, no momento em que ataques deste tipo, dos quais o movimento salafista é o principal suspeito, se multiplicam há vários meses.

O mausoléu de Sidi Ali Ben Salem foi incendiado na região de Gabès (sudoeste), segundo testemunhas consultadas pela AFP.

Na região de Douz (sul), o mausoléu de Sidi Ahmed al-Ghout também foi queimado e a tumba do santo, profanada, indicou a agência oficial TAP, que não indica a extensão dos estragos.

As autoridades não apresentaram pistas, enquanto os representantes tunisianos do sufismo, a corrente mística do Islã, acusam os movimentos radicais islamitas de destruírem sistematicamente seus santuários.

Aqueles que fazem uma leitura mais rigorosa do Islã consideram o sufismo blasfematório por reverenciar santos e não Deus.

A União Sufista da Tunísia havia anunciado na quarta-feira 35 saques a santuários em oito meses.


Publicidade