Publicidade

Estado de Minas

Padre é investigado por fotos polêmicas com estudantes poloneses


postado em 20/09/2012 16:32

Fotos mostram os jovens lambendo o creme colocado nos joelhos do padre Marcin Kozyra, que é diretor da escola Salesiana de Lubin(foto: Reprodução / Escola Salesiana de Lubin)
Fotos mostram os jovens lambendo o creme colocado nos joelhos do padre Marcin Kozyra, que é diretor da escola Salesiana de Lubin (foto: Reprodução / Escola Salesiana de Lubin)

Um padre polonês está sendo investigado pelo ministério público local por fotos onde aparece com crianças lambendo creme de chantili em seus joelhos. As imagens estavam no site da escola salesiana da qual faz ele parte, na cidade de Lubin e alegadamente se tratavam de um trote junto a alunos do primeiro ano. As imagens se tornaram um problema depois que um canal de TV fez uma reportagem denunciando o a suposta brincadeira.

Os alunos, de aproximadamente 13 anos, foram fotografados apoiados sobre os joelhos e as mãos, usando a boca para pegar chantili colocado nos joelhos de Marcin Kozyra, que também é diretor da escola. Ele justificou que os estudantes estavam participando de uma atividade que acontece todos os anos e que não houve nenhuma reclamação nem dos alunos, nem dos pais.

Representantes do Conselho de Educação da região pediram que o fato não fosse julgado de forma precipitada. Monika Sajkowska, representante de uma ONG ligada a defesa das crianças, disse para à uma estação de rádio polonesa que o padre teve um comportamento inadequado, mas que não demonstrava intenções sexuais.

As fotos foram retiradas do site da escola e será realizada uma investigação por parte das autoridades da criança e da juventude da Polônia. Os estudantes chegaram a fazer uma mobilização em defesa do padre e os pais de alguns alunos afirmam que a brincadeira tenha sido feita usando creme de barbear e não chantili, embora em uma das fotos seja possível ver a embalagem do produto usado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade