Publicidade

Estado de Minas

Marrocos expulsa 200 imigrantes ilegais


postado em 03/09/2012 19:06

A polícia marroquina prendeu e expulsou nesta segunda-feira duzentos imigrantes de origem subsaariana que estavam em "situação irregular" no Marrocos, segundo associação de defesa dos direitos humanos. Essas detenções ocorreram em Tetuán e Nador (norte), mas também na capital Rabat, segundo a Associação Marroquina de Direitos Humanos (AMDH).

No norte, 170 pessoas foram expulsas depois de cruzar em quatro ocasiões em uma semana a fronteira com os enclaves espanhóis de Ceuta e Melilla, segundo um responsável da AMDH, Hassan Ammari, presente no local, informando que houve feridos.

Em Rabat, 30 imigrantes ilegais também foram expulsos, segundo a AMDH. Foram levados por um ônibus para a fronteira argelina.

Esta onda de expulsões ocorre depois da chegada, no domingo, de 68 imigrantes africanos a uma pequena ilha espanhola próxima à costa marroquina.

O governo marroquino indicou nesta segunda-feira que está em "contato direto" com o governo espanhol para "encontrar uma solução" para o problema.


Publicidade