Publicidade

Estado de Minas

Congresso dos EUA chega a acordo para estender orçamento


postado em 31/07/2012 17:49

O líder da maioria democrata no Senado, Harry Reid, anunciou nesta terça-feira que o Congresso chegou a um acordo para manter o financiamento do governo norte-americano até março de 2013, evitando um potencial enfrentamento com os republicanos antes das eleições de novembro.

Reid disse que o acordo foi feito entre ele, o presidente da Câmara dos Representantes, o republicano John Boehner, e o presidente Barack Obama. "O acordo conferirá estabilidade para os próximos meses", disse Reid a jornalistas. "Isso é muito bom, porque podemos resolver os pontos críticos que afetam diretamente o país assim que terminarem as eleições", completou. Segundo o democrata, não será possível redigir o documento e votá-lo até que o Congresso entre em recesso na sexta-feira, mas ele será votado no retorno dos congressistas, em setembro. "O acordo foi feito em um espírito de compromisso", disse Reid, algo raro nestes dias no Capitólio, onde os enfrentamentos partidários têm sido frequentes. Caso o Congresso aprove a resolução, o financiamento será equivalente ao nível de 1,047 trilhão de dólares estabelecido na Lei de Controle do Orçamento, acima dos 1,028 trilhão que os republicanos pediram na proposta do presidente do Comitê de Orçamento da Câmara de Representantes, Paul Ryan, este ano. O acordo tira do caminho um dos elementos cruciais que levariam ao que se conhece como "precipício fiscal", que prevê cortes automáticos de gastos, que ocorrerão ao longo de 10 anos, e a expiração dos cortes de impostos feitos durante o primeiro governo Bush.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade