Publicidade

Estado de Minas

Suíça registrou 300 suicídios assistidos em 2009


postado em 27/03/2012 15:08

Cerca de 300 residentes na Suíça morreram em 2009 usando o método do suicídio assistido, segundo cifras publicadas nesta terça-feira pela primeira vez pelo Escritório Federal de Estatísticas.

Esta cifra está em constante aumento desde 1998, quando tiveram início as estatísticas sobre o tema. Noventa por cento das pessoas que recorreram ao suicídio assistido tinha 55 anos ou mais. Somente 1% era menor de 35 anos. Estas cifras não levam em consideração os estrangeiros que viajavam à Suíça para morrer, ajudados pela associação Dignitas.

Durante o período 1998-2011, a Dignitas ajudou 1.169 estrangeiros a morrer, dos quais a metade provinha da Alemanha (664), seguida do Reino Unido (182) e da França (117).

Em junho de 2011, o governo suíço decidiu não regulamentar de forma específica a assistência organizada ao suicídio, da qual se ocupam associações como a Exit ou a Dignitas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade