Publicidade

Estado de Minas

Colisão frontal de trens na Polônia mata 15


postado em 04/03/2012 09:37 / atualizado em 04/03/2012 09:59

Os trens, que transportavam 350 pessoas, seguiam pela mesma via e tiveram um choque frontal(foto: Peter Andrews/Reuters)
Os trens, que transportavam 350 pessoas, seguiam pela mesma via e tiveram um choque frontal (foto: Peter Andrews/Reuters)
Dois trens que seguiam pela mesma linha colidiram de frente no sábado na Polônia, deixando 15 mortos e 56 feridos, no pior desastre ferroviário no país dos últimos anos. Vários dos passageiros eram estrangeiros, incluindo cidadãos da Ucrânia, Espanha e França, segundo informou o primeiro-ministro Donald Tusk, que se deslocou para o local da tragédia nas primeiras horas deste domingo. Segundo o premiê, nenhum dos estrangeiros aparentemente estava entre as vítimas fatais ou severamente machucadas.

Os trens, que transportavam 350 pessoas, seguiam pela mesma via e tiveram um choque frontal no pequeno povoado de Szczekociny, no sul da Polônia. Uma das composições cobria a rota que seguia da cidade de Przemysl para Varsóvia, enquanto o outro que ia na linha incorreta se movia da capital polaca até Cracóvia.

Equipes de fiscalização iniciaram uma investigação a fim de determinar como o trem que seguia para Cracóvia entrou na via incorreta. O primeiro-ministro disse que era prematuro determinar as razões do acidente.

O presidente da Polônia, Bronislaw Komorowski, também visitou o lugar do acidente. A tragédia é a pior do sistema ferroviário do país desde 1990, quando 16 pessoas morreram em um choque de trens em Ursus, um subúrbio de Varsóvia. Em 1997, um outro acidente grave deixou 16 mortos em Reptowo. O acidente ferroviário que deixou o maior número de mortos no país - 65 pessoas - ocorreu em 1980.

A colisão frontal ocorre em um momento em que milhares de torcedores devem cruzar o país, vários deles utilizando-se de ligações ferroviárias, para acompanhar o campeonato UEFA Euro 2012. A Polônia e Ucrânia serão os países anfitriões da fase final do torneio de seleções nacionais.


Publicidade