Publicidade

Estado de Minas

Argentinos protestam contra alta de tarifas de metrô

A passagem passou de 1,10 peso (R$ 0,46) para 2,50 pesos (R$ 1,04), que representa um aumento de 127%


postado em 13/01/2012 16:00

Mais de 120 mil argentinos assinaram uma declaração em oposição a um aumento de 127% nas passagens de metrô de Buenos Aires, e os usuários continuam viajando gratuitamente por iniciativa do sindicato do setor, informou nesta sexta-feira à AFP uma fonte sindical.

"Até a noite de quinta-feira, mais de 120 mil passageiros assinaram a petição contra o aumento da passagem em mesas instaladas em estações de metrô (...) e isto vai continuar", disse Roberto Pianelli, líder do sindicato do setor. Pianelli afirmou que nesta sexta-feira permaneceriam "livres as catracas (de acesso às plataformas) nas 20 principais estações" em protesto pelo que denominou "tarifaço", e acrescentou que "durante a tarde se decidirá se esta forma de protesto continuará na próxima semana".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade