Publicidade

Estado de Minas CASO BACKER

Backer anuncia a volta da comercialização da cerveja Capitão Senra

Empresa é acusada de matar 10 pessoas por causa da intoxicação por mono e dietilenoglicol encontrados na cerveja Belorizontina


11/05/2021 14:26 - atualizado 11/05/2021 16:13

(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
A cervejaria Backer anunciou na tarde desta terça-feira (11/5), por meio das redes sociais, que voltará a comercializar a cerveja Capitão Senra

"A Cervejaria Três Lobos Ltda. tem pautado sua atuação na estrita observância das normas e no cumprimento das decisões administrativas e judicias. Nesse sentido, voltará a comercializar a cerveja Capitão Senra, iniciativa fundamental para a manutenção do emprego de seus colaboradores e para honrar seus compromissos", postou no Instagram.



O caso, que começou a ser investigado no dia 5 de janeiro do ano passado, matou 10 pessoas por causa da intoxicação por mono e dietilenoglicol encontrados na cerveja Belorizontina. Outras 29 pessoas também foram contaminadas.

Em novembro do ano passado, o juiz da 2ª Vara Criminal de Belo Horizonte, Haroldo André Toscano de Oliveira, determinou a suspensão das atividades do conglomerado do grupo da Cervejaria Três Lobos no que diz respeito à comercialização da cerveja Capitão Senra, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil.

Em outubro, a Backer realizou uma festa para 'relançar' a cerveja Capitão Senra, no Templo Cervejeiro, no Bairro Olhos D'Água, em Nova Lima.

De acordo com uma fonte ouvida pelo Estado de Minas, o evento foi feito só para convidados, com direito a um chef de cozinha renomado. O Ministério Público classificou o fato como um 'desrespeito às vítimas'.

 

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade