Publicidade

Estado de Minas covid-19

Vacinação avança na capital

BH passará a aplicar o imunizante em trabalhadores de outras áreas da saúde e pessoas prioritárias, como os funcionários e idosos em asilos


30/01/2021 04:00 - atualizado 30/01/2021 00:45

O secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, disse que chegaram ontem 57,3 mil doses de vacinas para a cidade(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press %u2013 30/12/20)
O secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, disse que chegaram ontem 57,3 mil doses de vacinas para a cidade (foto: Tulio Santos/EM/D.A Press %u2013 30/12/20)


A partir de segunda-feira, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) passará a vacinar trabalhadores de outras áreas da saúde e integrantes do grupo prioritário. O anúncio foi feito ontem pelo secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, que afirmou que a pasta recebeu mais 57,3 mil doses de imunizantes da AstraZeneca e da CoronaVac. De acordo com Machado, a secretaria recebeu 40.500 doses da AstraZeneca e 16.800 doses da CoronaVac. O quantitativo servirá para imunizar trabalhadores da saúde primária, como servidores lotados em postos de saúde, em Centros de Referência em Saúde Mental (Cersam), além de funcionários e idosos de instituições de longa permanência.
 
“É possível que sobrem algumas doses e há alguns poucos setores hospitalares que precisam ser contemplados. Essas doses servirão para completar”, disse Jackson, se referindo ao público da primeira etapa de vacinação que ainda não foi imunizado. “Está tudo pronto para vacinar.” Ainda segundo o secretário, Belo Horizonte já tem todos os insumos para vacinar a população, além de equipes completas de enfermeiros.
 

"Denuncie os fura-filas! Adotamos medidas severas para combater o desrespeito à vacinação dos grupos prioritários. Você pode nos ajudar muito contra a prática dos fura-filas no sistema de vacinação"

Romeu Zema, governador de Minas

 
 
Recentemente, o Executivo municipal contratou 468 especialistas do ramo. Com isso, Jackson Machado acredita que até 40 mil pessoas por dia possam ser imunizadas, dependendo somente da chegada das vacinas. “Conseguimos vacinar entre 30 mil e 40 mil pessoas por dia. Então falta chegar a vacina. O resto está pronto. Chegando a vacina, vacinar a população toda. É só fazer as contas: 2 milhões e 700 mil por 40 mil. Está tudo pronto para vacinar”, concluiu.
 
Em Belo Horizonte, entre as regionais, a Noroeste é a região com maior número de mortes por COVID-19 em BH: 302, 25 a mais que a Nordeste. Na sequência, aparecem Oeste (268), Barreiro (252), Leste (250), Centro-Sul (242), Venda Nova (242), Pampulha (214) e Norte (194). No total, 1.234 homens perderam a vida para a virose em BH. A quantidade de mulheres mortas é de 1.007. A faixa etária mais atingida pela COVID-19 é a dos idosos: 83,3% (1.874 no total).
 
Na sequência, aparecem pessoas entre 40 e 59 anos: 14,3% (320). Há, ainda, 46 óbitos entre 20 e 39 anos (2,1%) e um de menor de idade (0,1%). Além disso, 97,4% dos mortos apresentavam ao menos uma comorbidade, sendo cardiopatia, diabetes, pneumopatia e obesidade as mais comuns. Em BH, 59 pessoas morreram com quadros clínicos de novo coronavírus sem comorbidade: 48 homens e 11 mulheres. A maioria tinha entre 40 e 59 anos. Essesdados devem orientar as próximas fases de vacinação contra o coronavírus na capital mineira.
 

Apelo do governador
pelo respeito à fila

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), pediu à população que denuncie os fura-filas da vacinação contra a COVID-19. Pelas redes sociais, Zema anunciou a criação do Canal Coronavírus e pediu que os mineiros combatam o desrespeito à ordem de prioridade de aplicação do imunizante. “Denuncie os fura-filas! Adotamos medidas severas para combater o desrespeito à vacinação dos grupos prioritários. Você pode nos ajudar muito contra a prática dos fura-filas no sistema de vacinação”, disse o governador em vídeo publicado na manhã de ontem.
 
De acordo com o governo estadual, foram distribuídas 496.060 doses de vacina em Minas Gerais. Dessas, 148.785 foram aplicadas. Segundo o governador, a Ouvidoria e Controladoria-Geral atuam em parceria para combater o desrespeito aos grupos prioritários que deverão ser vacinados nesta primeira fase. “Você pode tanto ligar para o Disque Ouvidoria, no 162, usar o aplicativo MGapp ou usar o ouvidoria.mg.gov.br/coronavírus. Não deixe de denunciar se você observar algum abuso”, declarou o governador.
 
Em vários estados do Brasil, há casos de desrespeito à ordem de prioridade de vacinação prevista no Plano Nacional de Imunização. Em Minas Gerais, alguns casos ganharam destaque. No Norte do estado, o prefeito de Montes Claros, Humberto Souto (Cidadania), passou na frente dos enfileirados para a imunização e recebeu a vacina em casa. Embora tenha a idade avançada, de 86 anos, ele não é profissional de saúde da linha de frente do combate à COVID-19, não tem nenhuma deficiência, nem reside em asilo ou terras indígenas – requisitos estabelecidos pelo governo de Minas para ter acesso prioritário à vacina.
 
No Sul de Minas, o prefeito de Ijaci, Fabiano Moreti (MDB), e a vice-prefeita, Maria Horaci de Oliveira (PL), estão sendo acusados de furar a fila de prioridade. De acordo com a prefeitura, o prefeito e a vice estão na linha de frente em combate ao novo coronavírus. Além de gestor do município, Fabiano também é motorista da ambulância da cidade e a vice tem 75 anos.  Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, houve denúncia de que uma médica que atua fora da linha de frente de combate diário à doença teria sido vacinada e, ainda, postado uma foto nas redes sociais. Além desse caso, profissionais afastados das funções há meses estariam sendo vacinados. Segundo a prefeitura, “as denúncias de fura-filas repassadas à Secretaria de Municipal de Saúde (SMS) não procedem, constatou apuração interna”.

Casos Minas confirmou 6 mil casos e 120 mortes pela COVID-19 em 24 horas. Conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde ontem, a doença contaminou 721.967 pessoas e, em decorrência das complicações, 14.819 morreram.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade