Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

BH altera boletim, e somente UTIs para COVID-19 serão consideradas

Modificação passa a valer a partir desta sexta-feira, informou o Executivo belo-horizontino


18/12/2020 14:10 - atualizado 18/12/2020 14:25

Ocupação de leitos é uma das maiores preocupações das autoridades de saúde durante a pandemia do novo coronavírus(foto: Túlio Santos/EM/D. A. Press)
Ocupação de leitos é uma das maiores preocupações das autoridades de saúde durante a pandemia do novo coronavírus (foto: Túlio Santos/EM/D. A. Press)
A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vai alterar um detalhe do boletim epidemiológico e assistencial do novo coronavírus, divulgado diariamente desde os primeiros dias da pandemia, em março deste ano. A partir desta sexta-feira (18/12), somente leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para COVID-19 serão contabilizados.

O anúncio da mudança foi feito pelo secretário de Saúde da capital mineira, Jackson Machado, em entrevista coletiva na manhã desta sexta. Segundo o chefe da secretaria, alguns leitos que eram levados em consideração não atenderão mais pacientes diagnosticados com coronavírus.

“Nosso boletim é liberado todos os dias levando em conta o número máximo de leitos que já tivemos. E nós desmobilizamos esses leitos para COVID para cobrir infartos, AVCs e traumas. Esses leitos estão ocupados, não vamos conseguir voltar todos esses leitos para COVID. Vamos voltar com alguns, mas todos não será possível, porque a demanda por outras doenças continua, o que não ia acontecer em junho, por exemplo”, afirmou Jackson.

A ocupação de leitos é um dos principais indicadores de monitoramento da doença na cidade. “Esse número que a gente considerava potencial de leitos possíveis de serem usados para COVID é um número falso hoje. Já foi verdadeiro um dia, hoje ele é falso. Acreditamos que o número real de leitos disponíveis a cada dia é um indicador muito mais fidedigno que o potencial”, completou o secretário.

De acordo com o boletim epidemiológico e assistencial do novo coronavírus em BH mais recente, divulgado na noite dessa quinta, a ocupação de leitos de UTI para a doença está em 61,7%. Com a mudança, que vigora a partir desta sexta, a tendência é de que essa taxa suba.

Segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, BH já registrou 57.016 casos de COVID-19. Dessas pessoas, 1.771 morreram por causa do vírus.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade