Publicidade

Estado de Minas PARCERIA

MPF consolida acordo para recuperação de ferrovia em Campos Altos

Marco inicial da cidade, do Triângulo Mineiro, imóvel foi tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal em 2004, mas se encontra em estado de deterioração


03/12/2020 15:04 - atualizado 03/12/2020 15:30

Inaugurada em 1912, a EF de Campos Altos constituiu o marco inicial do surgimento do município(foto: Secretaria de Estado de Turismo de MG/Divulgação )
Inaugurada em 1912, a EF de Campos Altos constituiu o marco inicial do surgimento do município (foto: Secretaria de Estado de Turismo de MG/Divulgação )
O Ministério Público Federal (MPF), juntamente com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e o município de Campos Altos (MG), consolidaram um Termo de Compromisso para a recuperação da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), estação ferroviária localizada daquela localidade, situada no Triângulo Mineiro.
 
Atualmente, segundo informações da assessoria de imprensa do MPF, a ferrovia é administrada pela concessionária FCA para o transporte de cargas, sendo que se encontra sem estado de deterioração.
Inaugurada em 1912, a EF de Campos Altos constituiu o marco inicial do surgimento do município. “Ela foi construída pela Estrada de Ferro Goyaz, para ligar Formiga, no centro-oeste mineiro, a Catalão, no sudeste goiano. Com características arquitetônicas iniciais bastante simples e despojadas, oito anos depois, entre 1920 e 1924, o imóvel passou por reformas e acréscimos”, diz nota da assessoria de imprensa da MPF.
 
Em 2004, a Estação Ferroviária foi tombada pelo patrimônio histórico de Campos Altos por meio do Decreto Municipal nº 77. “No entanto, assim como outras estações ferroviárias que compunham a extinta Rede Ferroviária Federal, também a Estação de Campos Altos se encontra em situação de desproteção, ameaça de deterioração e com risco de sofrer danos de natureza irreversível ou irreparável, impondo-se a necessidade urgente de se adotar medidas para a sua preservação e conservação”, destacou o procurador da República, Thales Messias Pires Cardoso.
 
Após o MPF ter instaurado em 2018 um inquérito civil para investigar a situação do patrimônio ferroviário, a FCA concordou em reformar o imóvel e devolvê-lo ao DNIT, para que este o ceda ao município de Campos Altos, que ficará responsável pela preservação e uso sustentável da estação.
 
A reforma da estação ferroviária de Campos Altos seguirá projeto arquitetônico aprovado pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico de Campos Altos e deverá estar concluída em até um ano. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade