Publicidade

Estado de Minas CONFLITO

Homem chamado de 'boçal' por Kalil rebate: 'Pinta o prédio dele'

Morador foi alvo de críticas de Kalil durante o programa Roda Viva dessa segunda-feira (30/11)


02/12/2020 20:34 - atualizado 02/12/2020 20:57

Painel intitulado
Painel intitulado "Híbrida Ancestral - Guardiã Brasileira", de 1.365m², foi pintado pela artista belo-horizontina Criola (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
O prefeito Alexandre Kalil (PSD) não poupou críticas ao morador que judicializou o mural do Cura localizado no Edifício Chiquito Lopes, no Centro da capital. "Um boçal", disse o chefe do executivo. O condômino, por sua vez, respondeu que para emitir opinião é "necessário estar a par".

"Vamos decorar o prédio dele no Lourdes com uma pintura dessas também. Vai ficar bonito", ironizou o morador, o comerciante Helvécio Corrêa, em entrevista ao Estado de Minas. "Não é uma questão de retribuir ofensas. Mas, para você julgar e emitir opinião, tem que estar a par do caso".

'Estou questionando o síndico', diz morador que judicializou mural do Cura

O condômino disse ter tomado conhecimento da declaração do prefeito por meio do advogado. "O que você vai fazer com um cara desse? Não sei quem é e não me interessa. O mundo está se boçalizando", disse Kalil na ocasião.

O painel intitulado Híbrida Ancestral – Guardiã Brasileira, de 1.365m², foi pintado pela artista belo-horizontina Criola em 2018 como parte do festival e retrata uma mulher preta com uma cobra coral e um útero. Desde 2018, o condômino travou uma luta judicial contra o edifício, questionando a legalidade da instalação no edifício.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade