Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Kalil diz que BH não enfrenta nova onda de COVID-19: 'O que tem é gente ignorante, egoísta e irresponsável'

Prefeito atribui aumento nas infecções ao relaxamento dos belo-horizontinos no quesito prevenção


25/11/2020 12:57 - atualizado 25/11/2020 14:56

Prefeito concede entrevista coletiva nesta quarta-feira(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Prefeito concede entrevista coletiva nesta quarta-feira (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), não atribui o crescimento dos indicadores do novo coronavírus na cidade — como o número de casos e mortes — a uma eventual segunda onda da doença. Na visão dele, a subida dos números ocorre em virtude do relaxamento da população quanto às medidas preventivas.

“Não estamos na segunda onda. Estamos na baderna e na irresponsabilidade”, sentenciou Kalil, pedindo que estabelecimentos comerciais como bares e restaurantes incentivem os belo-horizontinos no cumprimento das ações de precaução.

Ao reiterar a inexistência da segundao onda, o prefeito subiu o tom: “O que tem é gente ignorante, egoísta e irresponsável”.

Depois, Kalil voltou a clamar o cumprimento das medidas protetivas. “A irresponsabilidade vai nos levar a um grande prejuízo a todos”, disse


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade