Publicidade

Estado de Minas SABOR DE MINAS

Cafés brasileiros superespeciais ganham loja virtual nesta terça-feira

O comercio será todo realizado on-line, com produtos de alto padrão e grãos acima de 84 pontos


05/10/2020 16:16 - atualizado 06/10/2020 12:15

Evento de inauguração em Nova Lima, MG(foto: Edesio Ferreira/EM/DA press)
Evento de inauguração em Nova Lima, MG (foto: Edesio Ferreira/EM/DA press)
Será lançada nesta terça-feira (6) a plataforma Coffee ++ ,  uma loja virtual de cafés brasileiros super especiais. A plataforma chega para difundir o acesso e o consumo de cafés superespeciais no país, com grãos acima de 84 pontos, e contar a história de produtores locais que fazem o café brasileiro ser um dos mais apreciados do mundo.

Nesta segunda-feira (5), um evento da plataforma no Mocca Coffee, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recebeu convidados para degustação. 

A ideia por trás do projeto surgiu de visitas que Leonardo Montesanto fez às principais feiras internacionais de cafés superespeciais, onde viu de perto o reconhecimento que o produto brasileiro tem mundo afora.  A partir disso, ele passou a atuar como curador no projeto, que começou a ser idealizado em novembro de 2019.  

A loja foi lançada em 6 de outubro e a data é simbólica. "Trabalho com café há muitos anos, mas decidimos lançar esse novo projeto em 6 de outubro porque é uma data muito importante para nossa família. É a data da primeira nota fiscal de café do meu avô:  6 de outubro 1953. Completamos 67 anos", disse ele, que já é a terceira geração a gerir o negócio da família, a  Fazenda Primavera. 

Os produtos oferecidos serão o grão torrado, o café torrado e moído, cápsulas e o drip coffee, que consiste em uma porção individual que permite ao consumidor levar para onde quiser e degustar a qualquer momento, necessitando apenas de água quente.

Todas as embalagens serão de 250g, para preservar o aroma e o sabor da bebida. "Sinto-me incomodado porque o brasileiro não toma café bom. Somos o maior exportador do mundo, somos os maiores produtores e  o país que mais consome consumidos com uma média per capita de mais de 800 xícaras por ano, mais de duas por dia, mas somos ensinados de uma maneira errada", explica Leonardo. "Nós ficamos com os restos. E os restos precisam ser queimados para não se sentir os defeitos. Nós não queremos esconder os defeitos, queremos potencializar os atributos", acrescentou.  

O projeto tem como objetivo exaltar os bons produtores de café brasileiros. "Aqui temos produtores excelentes.  Escolhi os melhores a dedo" disse Leonardo. Os três primeiros produtores selecionados pela curadoria  foram Luiz Paulo Pereira, da fazenda Santuário Sul, na região da Mantiqueira de Minas, Gabriel Nunes, da fazenda Bom Jardim, no Cerrado Mineiro, e Ricardo Tavares, da Fazenda Primavera, na Chapada de Minas. 

Essas três fazendas foram campeãs do Cup of Excellence, o maior concurso de cafés super especiais do mundo, realizado há mais de 20 anos no Brasil e demais países produtores. "Estou muito empolgado e feliz por participar desse projeto. O café é a minha história de vida, desde a época do meu pai. O café é tudo para nós hoje. E esse projeto é uma forma de unir as pontas do Brasil, dar oportunidade para todos do Sul ao Norte provarem bons cafés", completou. 

Cafés e histórias

Para reforçar o lado social dessa paixão nacional, a Coffee vai ser mais que uma loja de e-commerce. Será também uma plataforma para que os produtores contem suas histórias, sua relação com o café e a especialização nos grãos super especiais.

Além de um espaço onde serão transmitidos ensinamentos para quem deseja consumir, entender e preparar seu café super especial em casa. Afinal, o propósito é estimular o consumidor identificar a origem, as pontuações, as técnicas de produção, as nuances que diferenciam um produto do outro e as formas de preparo. E, assim, descobrir o sabor que mais lhe agrada.

Além do mais, em tempos de compras on-line, a aposta tem tudo para dar certo. "É uma  ferramenta que veio pra ficar. Depois dos problemas da pandemia, a compra on-line se firmou para dar comodidade e evitar correr risco", acrescentou Gabriel.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade