Publicidade

Estado de Minas SUL DE MINAS

Vereadora que agrediu colega em Elói Mendes pode perder mandato

Maioria dos vereadores acata pedido da Mesa Diretora contra Maria Léia Domingos Delfino (PV) por quebra de decoro parlamentar


09/09/2020 10:48 - atualizado 09/09/2020 13:54

Confusão aconteceu durante sessão na Câmara Municipal de Elói Mendes (foto: Google Street View)
Confusão aconteceu durante sessão na Câmara Municipal de Elói Mendes (foto: Google Street View)
A maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Elói Mendes, no Sul de Minas, acatou o pedido para instauração de processo de cassação contra a vereadora Maria Léia Domingos Delfino (PV) por quebra de decoro parlamentar. A votação foi feita na noite dessa terça-feira (8).

 

Câmara Municipal de Elói Mendes instaurou processo de cassação contra vereadora(foto: Câmara Municipal de Elói Mendes )
Câmara Municipal de Elói Mendes instaurou processo de cassação contra vereadora (foto: Câmara Municipal de Elói Mendes )
A última sessão, em 31 de agosto, foi encerrada após bate-boca entre o vereador Silvério Rodrigo Fêlix (Solidariedade) e Maria Léia. A confusão começou quando o Silvério fez denúncias de possíveis atos de improbidade administrativa envolvendo o prefeito Paulo Roberto Bellato, do mesmo partido da vereadora. A situação ficou tensa no plenário e o vereador foi agredido com um tapa nas costas.

 

Por telefone, a vereadora Léia disse que só se alterou porque o vereador usou palavras de baixo calão. “Também vou apresentar um requerimento de investigação e vou entrar com processo de danos morais contra a Câmara de Elói Mendes. Eu sou a única mulher e há meses venho sendo agredida verbalmente, psicologicamente e moralmente. O presidente não cumpre o regimento interno da Câmara”, afirma a parlamentar.


 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade