Publicidade

Estado de Minas NA GRANDE BH

Serra da Piedade celebra 1ª missa para fiéis inscritos por agendamento

Apenas 15 pessoas participaram da celebração eucarística na ermida do século 18, seguindo protocolos de segurança


05/09/2020 17:23 - atualizado 05/09/2020 18:04

Missa foi celebrada pelo pró-reitor para animação missionária do Santuário Nossa Senhora da Piedade, padre Antônio Carlos Silva(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Missa foi celebrada pelo pró-reitor para animação missionária do Santuário Nossa Senhora da Piedade, padre Antônio Carlos Silva (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Como o céu muito azul, sol forte e temperatura amena, a Serra da Piedade, em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte reabriu o portão na tarde deste sábado (5). "É a primeira vez que venho aqui, sempre ouvi falar, realmente é tudo muito bonito", disse o psicólogo Mauro Silva, paraense residente em Brasília (DF), que assistiu à missa das 15h celebrada pelo pró-reitor para animação missionária do Santuário Nossa Senhora da Piedade, padre Antônio Carlos Silva. Mauro estava na companhia do amigo Daniel Marques, de BH.

Durante a missa, com apenas 15 cadeiras bem distantes uma da outra, o padre pediu que os presentes rezassem pelas famílias, amigos, enfermos e os que sofrem nos hospitais com a COVID-19. "É um ano de decepções, difícil, mas a reabertura é um sinal de esperança", disse o religioso.

Já o reitor do santuário, padre Wagner Calegário de Souza, explicou que foram feitos testes, durante a semana, para acolher os visitantes da melhor forma possível: "As pessoas vieram hoje para ver a beleza e também encontrar um novo horizonte. Em silêncio, contemplar e ter esperança".

 

Eram 14h, quando os visitantes, previamente cadastrados, começaram a passar pelo portão de acesso ao complexo do Santuário da Serra da Piedade, que tem duas basílicas, estando aberta apenas a ermida do século 18 - a menor basílica do mundo -, que guarda a imagem da padroeira de Minas, Nossa Senhora da Piedade, esculpida por Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho (1738-1814).

 

Visitantes tiveram a temperatura medida para entrar no santuário(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Visitantes tiveram a temperatura medida para entrar no santuário (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
 

Para ingressar, seguindo as orientações do Ministério da Saúde e das autoridades sanitárias, é necessário o uso de máscara e ter a temperatura aferida logo na portaria - quem estiver com febre (superior a 37,7°C) fica impedido.

 

Para ter acesso ao Santuário Nossa Senhora da Piedade, dedicado a padroeira de Minas e que recebia, antes da pandemia, cerca de 500 mil peregrinos, é preciso se cadastrar com antecedência pelo telefone (31-3319-6111) ou no site oficial do santuário.

Dessa forma, se o nome do visitante não estiver registrado na portaria, será vedada a subida à montanha.

Protocolos e recomendações


Dentro dos protocolos sanitários, haverá sempre álcool em gel disponível para ser usado antes, durante e após a visita não recomendada para pessoas do grupo de risco.

O padre pediu que os presentes rezassem pelas famílias, amigos, enfermos e os que sofrem nos hospitais com a COVID-19(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
O padre pediu que os presentes rezassem pelas famílias, amigos, enfermos e os que sofrem nos hospitais com a COVID-19 (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Conforme normas da Arquidiocese de BH, o visitante precisa acompanhar o guia durante todo o passeio e seguir suas recomendações.

Para segurança de todos, no santuário não é permitido: consumir bebidas alcoólicas, fazer churrasco ou uso de fogareiro, levar qualquer animal para dentro da reserva, escalar ou subir nas pedras, caçar ou aprisionar animais, causar danos à vegetação, retirando mudas, sair das trilhas ou abrir novos caminhos e invadir a propriedade, desrespeitando a entrada principal.

O santuário obedece normas também do Instituto Estadual de Florestas (IEF) e das prefeituras de Caeté e Sabará. E mais: é proibido ligar música em alto volume, acampar e pernoitar em carros, andar de bicicleta nas trilhas, por causa da fragilidade do solo, praticar esportes radicais e levar refeições para lanche ou piquenique.

Neste período de reabertira gradual, o santuário oferece refeições no restaurante. A loja de artesanato ficará fechado a exemplo da lanchonete.

No Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade há variação de temperatura devido à altitude (1.746 metros), portanto o visitante deve levar um agasalho e usar sapatos confortáveis para aproveitar o passeio.

A taxa de visitação é R$ 10 por pessoa (isenção para crianças abaixo de 7 anos), com o pagamento no restaurante do santuário (Espaço Dom João Resende Costa).

Sem saber da necessidade de marcar a visita, o empresário Delamar Evangelista da Silva, morador do Bairro Santa Amélia, na Região da Pampulha, esteve na portaria e não pôde entrar. "Mas não faltará oportunidade. Vamos passear na região. Afinal, é muito tempo sem sair com a família", disse o empresário ao lado da mulher Shirlei, dos dois filhos e da cachorrinha de estimação.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade