Publicidade

Estado de Minas Violência

Homem agride grávida de nove meses no Centro de Belo Horizonte

Num desentendimento entre o casal, mulher teria chamado companheiro de 'corno' e disse que não queria que ele fosse o pai da criança


21/07/2020 16:03 - atualizado 21/07/2020 20:06

Mulher está em observação no Hospital Odilon Behrens(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 9/10/18)
Mulher está em observação no Hospital Odilon Behrens (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press - 9/10/18)
Foi preso, no início da tarde desta terça-feira (21), um homem de 36 anos que agrediu uma mulher grávida de nove meses com chutes na barriga, além de bater a cabeça dela contra a parede. O casal vivia junto e as agressões aconteceram depois de uma discussão entre os dois na Rua São Paulo, Centro de Belo Horizonte – onde funciona uma casa alugada por uma ONG para abrigar pessoas em situação de rua.


O homem é pai da criança que está por nascer. O sargento Guirra, do 1º BPM, que atendeu ao chamado, conta que, segundo testemunhas, durante forte discussão, a mulher, de 31, chamou o companheiro de 'corno' e disse que não queria que ele fosse o pai da criança.

Nesse instante, o homem teria feito menção de bater na mulher, mas foi contido e retirado do imóvel. Pouco tempo depois, ele retornou, cercou a mulher e começou a agredi-la. Agarrou-a pelos cabelos e começou a bater a cabeça dela contra a parede. A mulher caiu no chão e ele, então, passou a chutar a barriga dela.

Outros moradores do local intervieram, afastando os dois e chamaram a polícia. O agressor conseguiu fugir.

 

Mulher é socorrida e levada para hospital


Ao chegar ao local, o sargento Guirra viu que a mulher estava passando mal e, como os policiais não conseguiram uma ambulância, nem do SAMU e nem dos Bombeiros, para socorrê-la, eles colocaram a mulher dentro da viatura policial e a levaram para a UPA Centro-Sul. De lá, ela foi encaminhada para o Hospital Odilon Behrens, onde permanece em observação.

A primeira informação, segundo o policial, é que ela não corre risco de vida, nem a criança.

O agressor foi preso e levado para a Delegacia de Proteção à Mulher e à Criança, onde foi autuado em flagrante.

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade