Publicidade

Estado de Minas

Postos de BH têm pouca procura por vacinas contra a gripe

Público-alvo da terceira fase da campanha foi dividido para evitar aglomerações. Crianças de 6 meses a 5 anos, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas começam a ser vacinadas nesta segunda (11)


postado em 11/05/2020 11:12 / atualizado em 11/05/2020 13:19

(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
Começou nesta segunda-feira (11) a terceira e última fase da campanha nacional de vacinação contra a gripe. Neste primeiro dia da primeira etapa de vacinação, crianças de 6 meses a 5 anos, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas começaram a ser imunizadas. Nos Centros de Saúde da Regional Centro-Sul, nesta manhã, foi baixa a procura pela vacina. 
Foi baixa a procura pela vacina no Centro de Saúde Padre Tarcísio, no Bairro São Lucas, nesta segunda-feira (11)(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
Foi baixa a procura pela vacina no Centro de Saúde Padre Tarcísio, no Bairro São Lucas, nesta segunda-feira (11) (foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)

Para evitar aglomeração, nesta fase onde 355 mil pessoas devem ser vacinadas os públicos-alvo foram divididos por datas. A próxima etapa começa a partir de 18 de maio, quando devem ser vacinados os professores das escolas públicas e privadas e adultos de 55 a 59 anos de idade. 
Em Belo Horizonte considerando as duas primeiras fases da campanha cerca de 620 mil pessoas já estão imunizadas contra a gripe. Somando as três fases a meta geral deve ser atingir 899 mil pessoas. A campanha segue até 5 de junho e quem faz parte dos públicos-alvo e ainda não recebeu a vacina, pode procurar um Centro de Saúde da capital para ser imunizado.

Além disso, a Prefeitura mantém a estratégia de abrir postos extras para que as pessoas possam receber a vacina. Os locais podem ser verificados no portal da Prefeitura.

Gripe em Minas

Segundo dados do DataSUS, em Minas Gerais, até 8 de maio, foram vacinadas 2.710.281 pessoas com 60 anos e acima desta faixa etária e 513.582 trabalhadores de saúde. Na segunda fase, foram vacinadas 1.625.085 pessoas do grupo que incluía indígenas, pessoas com comorbidades, pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema prisional e força de segurança. 

Até o momento, foram confirmados 105 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) causados pelo vírus Influenza. Desses casos, 11 evoluíram para o óbito.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade