Publicidade

Estado de Minas

Número de municípios em situação de emergência por causa das fortes chuvas chega a 213

Decretação é importante para facilitar transferência de recursos do Governo Federal


postado em 14/02/2020 18:08 / atualizado em 14/02/2020 18:49

Outras 5 cidades decretaram calamidade pública (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Outras 5 cidades decretaram calamidade pública (foto: Reprodução/Redes Sociais)

A Coordenadoria de Defesa Civil atualizou, nesta sexta-feira, para 213 o número de municípios mineiros em situação de emergência devido às chuvas que afetam todo o estado desde janeiro. O último boletim divulgado pelo órgão registrava 211 cidades em situação de emergência.

Os estragos causados pelas chuvas também forçaram cinco cidades a decretar estado de calamidade pública em Minas Gerais: Muriaé (Mata), Orizânia (Mata), Ibirité (Grande BH), Taparuba (Vale do Rio Doce) e Catas Altas (Central).

Das cidades em situação de emergência, 196 foram abordadas em decreto estadual, expedidos entre 27 e 30 de janeiro. Outros 15 municípios, no entanto, decretaram esse quadro por conta própria.

Os decretos são importantes porque facilitam a transferência de recursos do governo federal para essas cidades. Também ajuda os municípios a receber doações, como colchões, cobertores, travesseiros e alimentos, recolhidas pelo Executivo estadual.

O Governo Federal já garantiu R$ 90 milhões para atender os municípios afetados pelas chuvas. No fim de janeiro, o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e o governador Romeu Zema (Novo) se reuniram com prefeitos no fim de janeiro para alinhar os repasses.

Até o momento, 60 pessoas já morreram devido a consequências dos temporais. Além disso, 16.011 pessoas estão desalojadas. 3.103 desabrigadas. Ao todo, 19.174 pessoas foram afetadas. 


Publicidade