Publicidade

Estado de Minas

Chuva causa desabamentos e deslizamentos em várias cidades; confira

Caso mais dramático foi registrado em Ibirité, onde duas mortes foram confirmadas pelo Corpo de Bombeiros


postado em 24/01/2020 17:57 / atualizado em 25/01/2020 01:20

Um barranco que sustentava um edifício na rua Fernando Esquerdo, cedeu e assustou moradores(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)
Um barranco que sustentava um edifício na rua Fernando Esquerdo, cedeu e assustou moradores (foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)
O volume recorde de chuva que atinge Belo Horizonte e região metropolitana há mais de 24 horas provocou alagamentos, deslizamentos de terra e desabamentos em vários locais. O caso mais dramatico foi registrado em Ibirité, na região metropolitana da capital, onde houve duas mortes confirmadas pelo Corpo de Bombeiros e há dois desaparecidos sob os escombros. Também foram registradas ocorrências em outras cidades de Minas. Confira outros locais onde a terra cedeu:
 
 

Bairro Jardim Alvorada

Um barranco deslizou durante as fortes chuvas e atingiu uma casa na Rua Antônio Fernandes Melo, perto do posto de combustíveis Carijós, no Bairro Jardim Alvorada, na Região da Pampulha. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido. A Defesa Civil foi acionada e interditou 12 residências  no local, deixando 35 pessoas desabrigadas.

Bairro Gutierrez

Um barranco que sustenta um edifício na Rua Fernando Esquerdo, no Bairro Gutierrez, Região Oeste de BH, cedeu durante a madrugada e assustou moradores. De acordo com uma moradora do prédio em frente, o deslizamento aconteceu por volta das 2h. Os condôminos afirmam que nesta sexta-feira a situação que já estava grave começou a piorar quando parte da lama invadiu a rua. Eles temem um possível rompimento da estrutura do prédio desde que as chuvas começaram. A Defesa Civil foi acionada, mas os moradores ainda não obtiveram retorno. O órgão afirmou que vai atender a ocorrência conforme prioridade de risco.

Bairro Tupi


Na região Norte da capital, outro deslizamento foi registrado. Desta vez, a força da terra levou uma casa na Rua Aníbal Machado. Imagens foram registradas pelos moradores.

Contagem 

Os moradores de Contagem, na Grande BH, também estão em alerta. A prefeitura criou um Comitê de Crise e manteve o estado de atenção. Quatro famílias ficaram ilhadas no Bairro Flamengo, escondidas no interior de suas casas após um deslizamento de um barranco. Uma casa foi atingida parcialmente e três  foram evacuadas na Rua Coronel Salvador Fernandes. 

Outras duas pessoas estão feridas após um talude descer e atingir uma casa no Bairro Santa Maria. 

Um deslizamento também foi registrado na Via Expressa, sentido Bairro São Luiz. Máquinas fazem a abertura no canteiro central para auxiliar no fluxo de veículos. Segundo a prefeitura, as pistas seguirão interditadas durante até o final da intervenção.

Barranco cedeu na Via Expressa, em Contagem(foto: Janice Izabela/Divulgação)
Barranco cedeu na Via Expressa, em Contagem (foto: Janice Izabela/Divulgação)

Betim

Um barranco cedeu e atingiu uma casa na Rua José Gomes Ferreira, no Bairro Nova Amazonas. Agentes da prefeitura e a Defesa Civil estão no local. 

Outro deslizamento aconteceu na Rua Abílio Gomes Teixeira no Bairro BTB. Neste caso, parte de um muro cedeu sobre uma escada. 

Abre Campo

Na Zona da Mata mineira, uma família ficou desabrigada após um deslizamento de terra. Três pessoas estão feridas. As informações são do tenente Flávio Godinho, da Defesa Civil. 

Ouro Preto

Um desabamento atingiu duas propriedades na Rua Benedito Valadares, no Centro Histórico de Ouro Preto.  Aproximadamente 6,5 mil pessoas estão em áreas de risco na cidade.

O município está sem abastecimento de água, já que a empresa responsável parou as estações de tratamento preventivamente para evitar danos.


Publicidade