Publicidade

Estado de Minas ENEM 2019

Com dois vazamentos, Enem termina e gabarito oficial sai no dia 13

Como na primeira fase, imagens das provas foram divulgadas antes da hora, mas ministro minimiza episódio. Exame foi mais fácil, dizem professores. BH entra em teste de prova digital em 2020


postado em 11/11/2019 06:00 / atualizado em 11/11/2019 08:02

Em cima da hora do fechamento dos portões, candidatos correm para chegar a tempo à Faculdade Pitágoras (no alto). No Instituto Izabella Hendrix, o último entrou sob aplausos(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press )
Em cima da hora do fechamento dos portões, candidatos correm para chegar a tempo à Faculdade Pitágoras (no alto). No Instituto Izabella Hendrix, o último entrou sob aplausos (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press )
(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)

O segundo dia de provas do Enem trouxe questões que abordaram aplicativos de namoro, como o Tinder, a forma como pessoas daltônicas enxergam e tribos nômades do Sudeste Asiático. Na avaliação de professores, a prova foi mais fácil do que as edições anteriores. Agora é aguardar. O gabarito oficial será divulgado na quarta-feira (13) e as notas, só no ano que vem. Mais uma vez, fotos da prova vazaram nas redes sociais. Desde pelo menos as 16h30 de ontem, imagens do exame, que compreende os temas de Ciências da Natureza e Matemática, circularam em grupos no WhatsApp. Em coletiva de imprensa, o ministro da Educação Abraham Weintreub confirmou a veracidade da imagem, mas minimizou o episódio. Segundo ele, isso não configura vazamento porque ocorreu após o início das provas e não há prejuízo à sociedade. O estudante responsável por postar as imagens já foi identificado. Ele saiu com o caderno de provas antes do horário em que isso é autorizado.

Na semana passada, no primeiro dia do Enem, uma foto do tema de redação também foi postada em redes sociais durante a aplicação da avaliação. O Ministério da Educação (MEC) e o Inep, instituto ligado ao MEC responsável pela aplicação do exame, instauraram um inquérito. O ministrou garantiu que os casos de vazamento da prova nos dois dias foram pontuais e não geraram impacto aos estudantes. A aplicadora que postou foto do tema da redação já foi identificada.

No segundo dia do Enem, pelo menos 371 candidatos foram eliminados, informou Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). "Certas situações vão ocorrendo e chegam para nós depois. O número de eliminados pode crescer porque ainda não temos todas as informações", afirmou ele.

Ontem, os candidatos responderam a 90 questões de ciências da natureza e matemática. Questionado sobre o fato de as provas deste ano terem sido mais conteudistas e menos interpretativas, Weintreub reforçou que "o que existirá nos próximos anos" é um Enem "técnico, e não ideológico”. E afirmou: “Esse foi o melhor Enem da história do Brasil se levarmos em consideração a qualidade da prova. Tanto em execução, operação, logística e também quanto à formulação, porque a gente até agora não está vendo uma crítica técnica, embasada, quanto às provas", disse. "Não vai precisar ficar mais buscando, nos manuais de esquerda, ou de direita, ideologias. O objetivo é que, para todos os brasileiros, seja uma seleção justa", complementou o ministro.

Na avaliação dos professores do Chromos Colégio e Preparatório, a maior parte das questões do exame  estava dentro do esperado, com algumas exceções. A maior complexidade, para eles, ficou para a prova de física. "As questões estavam mais complexas que nos anos anteriores, com conceitos matemáticos muito específicos e equações não muito comuns para alunos do ensino médio", afirma o professor de física Bruno Phillip. O diretor pedagógico-executivo do Bernoulli Educação, Marcos Raggazzi, aponta que a prova continua com o “formato e padrão Enem”. "Comparado com os anos anteriores, o número de questões fáceis, médias e difíceis estava bem distribuído. Foi uma prova um pouco mais fácil que as edições passadas, porque o total de questões difíceis diminuiu", afirma.

Agora é aguardar. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os gabaritos do Enem serão divulgados no dia 13 de novembro. No dia, os participantes poderão acessar os gabaritos pelo portal do Inep e pelo aplicativo do Enem. No total, são seis gabaritos para cada dia e seis Cadernos de Questões, de acordo com as cores da prova e opções acessíveis. Mesmo com o gabarito em mãos, não será possível saber a nota final do Enem. Os resultados individuais serão divulgados, também, na Página do Participante e no aplicativo do Enem, a partir de consulta com CPF e senha, em data a ser anunciada com previsão para janeiro.

Clésia Denise, veterana no Enem, disse que o exame foi 'tranquilo'(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press )
Clésia Denise, veterana no Enem, disse que o exame foi 'tranquilo' (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press )
Candidatos reclamaram do cansaço na saída do exame. Jackson Gabriel, de 21, quer cursar educação física e estava exausto após tantas horas de teste. "Não foi como eu esperava, não foi igual ao ano passado. Achei que a prova de exata foi muito mais complexa, com muitos cálculos. Isso cansa a cabeça e fica difícil de encarar a prova até o final", disse. Já as questões de biologia ele avaliou como "tranquilas". O candidato espera alcançar a nota média para passar no curso desejado. "Agora, vou para casa descansar e assistir ao jogo", disse o jovem. A candidata Clésia Denise dos Santos Brandão, de 38, discorda da avaliação de que a prova estava difícil. "Esse é o quarto ano que faço o Enem. Achei muito diferente a prova. Fugiram do padrão anterior foi muito tranquila. Só tive dificuldade com química, que já é uma disciplina que acho mais complicada", contou ela, que fez a prova pela quarta vez. O sonho dela é cursar medicina.

Teve também quem assumiu que não se deu muito bem na prova. Esse foi o caso do jovem Daniel Ribeiro, de 20, que foi um dos primeiros a deixar o exame: "Se fiz 10 questões, foi muito. Muito difícil essa prova. E é difícil de encarar todo esse tempo", disse. Ele conta que quer cursar economia, mas não pretende ingressar pelo sistema do Enem. "Já desisti disso", disse. Agora, ele vai assistir ao Clássico para curtir o resto de domingo.

Pressão


Jackson Gabriel considerou os testes exaustivos e difíceis (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press )
Jackson Gabriel considerou os testes exaustivos e difíceis (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press )
Os portões dos locais de prova do Enem foram abertos pontualmente ao meio-dia. E não teve refresco. Às 13h, estavam fechados. A correria de quem poderia perder uma prova aguardada por todo ano foi ainda mais dramática com a contagem regressiva de porteiros para fechar os portões, mas contou com a ajuda de policiais militares fechando o trânsito para a passagem de alunos que vinham de ônibus. Os últimos minutos para a entrada de estudantes que prestaram prova na última etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ontem, foram repletos de emoções para os candidatos que fizeram a prova em instituições da capital mineira. Essa tensão se restringiu mais ao psicológico dos estudantes do que no trânsito, uma vez que, de acordo com a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), não foram registrados engarrafamentos significativos ou ocorrências de grande vulto relacionadas ao transcorrer das provas.

No Izabela Hendrix, na Região da Praça da Liberdade, Centro-Sul de BH, alguns candidatos apressaram o passo para não perder o horário. O último candidato entrou sob aplausos e torcida com o portão prestes a fechar. Uma jovem chegou 1 minuto após o fechamento dos portões e não conseguiu entrar, não quis conversar com a reportagem e logo entrou em um carro que a aguardava.

BH na largada para prova digital


Belo Horizonte está incluída na lista das quinze capitais onde haverá teste-piloto da prova do Enem em formato digital no ano que vem. A aplicação, segundo o Ministério da Educação (MEC), será oferecida de forma opcional a 50 mil alunos. Os próprios participantes poderão escolher, no ato de inscrição, pela aplicação no modelo digital ou pela tradicional prova em papel.

O governo pretende oferecer várias datas para a realização do exame pelo computador, mediante agendamento prévio do candidato. A prova em papel continuará sendo aplicada em dois domingos. O exame já tem data marcada para 2020. Será nos dias 11 e 18 de outubro. O resultado de ambos os modelos será divulgado na mesma data.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que organiza o Enem, no primeiro ano de implantação do exame digital, haverá ainda uma terceira aplicação da prova, voltada aos candidatos prejudicados por algum problema de logística ou infraestrutura durante a realização da prova no computador. Nesse caso, a reaplicação será feita no modelo em papel. Em 2020, portanto, o Enem terá três aplicações: a digital, a regular e a reaplicação.

A previsão do governo é abandonar as versões impressas em sete anos. A opção pela prova em papel será oferecida ao candidato até 2025. A partir daí, o exame será totalmente digital. O número de aplicações para os testes digitais deverá aumentar gradualmente. Para 2021, por exemplo, o MEC prevê pelo menos duas datas para aplicação do novo modelo.

O argumento do MEC para a mudança do modelo de aplicação do exame é que, no meio digital, há também a possibilidade para uso de questões em outros formatos, como vídeos e até mesmo jogos. Outra justificativa do governo é a economia com a impressão das provas. De acordo com o MEC, 10,2 milhões de provas foram impressas somente para a edição deste ano, com custos que superam R$ 500 milhões.

Além de BH, outras 14 cidades serão contempladas com a aplicação do exame digital em fase de testes no ano que vêm. São elas: Belém (PA), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Balanço


5.095.388 
candidatos se inscreveram no Enem

3.709.809
candidatos fizeram as provas de ciências da natureza e matemática ontem (72,81%)

1.385.579
candidatos não compareceram à prova

Próximas etapas


. Divulgação do gabarito oficial: 13 de novembro
. Divulgação dos resultados individuais: ainda sem data definida, previsão de que ocorra em janeiro
. Abertura das inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu): ainda sem data definida

Fonte:
Inep e MEC


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade