Publicidade

Estado de Minas SUL DE MINAS

Moradores de cidade mineira treinam retirada de emergência com 4 mil pessoas

Exercício será realizado em razão do funcionamento da Usina de Funil e afeta pessoas dos municípios mineiros de Lavras e Ribeirão Vermelho. Às 15h um sinal sonoro inicia o procedimento


postado em 26/10/2019 08:41 / atualizado em 26/10/2019 10:39

Operação da Usina de Funil, no Rio Grande, mobiliza 4 mil pessoas para exercício de evacuação(foto: Divulgação)
Operação da Usina de Funil, no Rio Grande, mobiliza 4 mil pessoas para exercício de evacuação (foto: Divulgação)
Às 15h deste sábado (26), cerca de 4 mil pessoas serão alertadas por uma sirene de que deverão evacuar suas casas e se dirigir por meio de rotas de fuga a pontos de encontro pré-estabelecidos. A ação faz parte do treinamento do Plano de Ação de Emergência (PAE) da barragem da hidrelétrica Engenheiro José Mendes Júnior, a Usina de Funil, no Rio Grande, e afetará moradores de Ribeirão Vermelho e a comunidade de Niterói, em Lavras, no Sul de Minas.

Desde 2018 a população foi cadastrada, ocorreram as definições dos  pontos de encontro, das rotas de fuga e reuniões de trabalho para esclarecimento da comunidade e envolvidos. Foram instaladas placas indicativas de rotas de fuga e 11 estações remotas do sistema de alerta.

O intuito do exercício é capacitar as defesas civis e equipes de socorro e orientar a população em caso de incidentes com a barragem da usina. Participam a Defesa Civil Estadual, as Defesas Civis de Lavras e Ribeirão Vermelho, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, prefeituras municipais, equipe da Aliança Energia e a população localizada às margens do Rio Grande.

Simulado realizado hoje mobiliza autoridades do sistema de Defesa Civil e comunidade de Ribeirão Vermelho e Lavras(foto: Divulgação)
Simulado realizado hoje mobiliza autoridades do sistema de Defesa Civil e comunidade de Ribeirão Vermelho e Lavras (foto: Divulgação)
"O simulado servirá para testar o sistema de alerta (sirene), a sinalização das rotas de fuga e pontos de encontro das Zonas de Autossalvamento (ZAS) e também para que todos saibam como agir no caso de alguma situação adversa”, explica o coordenador da UHE Funil, Willian Rosa.

Às 15 horas, um sinal sonoro de emergência vai ser acionado e a população do município de Ribeirão Vermelho e a comunidade de Niterói, em Lavras, deverão seguir a sinalização das rotas de fuga (trajeto a ser seguido no caso de uma emergência que exija evacuação da área) e ir para o ponto de encontro mais próximo (local seguro para permanência de pessoas) já definido previamente no PAE. Em seguida, os moradores serão recepcionados nos pontos de encontro e responderão questionários para que a ação seja avaliada, podendo também esclarecer eventuais dúvidas sobre o simulado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade