Publicidade

Estado de Minas

Acidente mata duas irmãs no Anel Rodoviário

Vítimas estavam em um veículo de aplicativo e motorista ignorou placa de parada obrigatória


postado em 14/10/2019 17:44 / atualizado em 14/10/2019 20:32

 
Duas irmãs morreram e um homem ficou ferido em um acidente entre um ônibus e um carro, na tarde desta segunda-feira. A colisão ocorreu na marginal do Anel Rodoviário, na altura do KM 96, no Bairro Suzana, Região da Pampulha, em Belo Horizonte.

O tenente André Muniz, da Polícia Militar Rodoviária, informou quem conduzia o carro era um motorista de aplicativo de 50 anos. Ele avançou a parada obrigatória no cruzamento, debaixo do viaduto, chocando-se com o ônibus.

O motorista do suplementar da linha 80 (Jardim Vitória / Estação Vila Oeste) disse aos militares que seguia na pista lateral do Anel, sentido Rio de Janeiro, quando o carro colidiu lateralmente. O veículo de passeio rodou na pista e bateu no portão de uma oficina mecânica, segundo o tenente. 

A mulher de 40 anos ficou presa às ferragens e morreu antes de ser atendida e a sua irmã, de 37, foi encaminhada para o Hosital Odilon Behres, teve uma parada cardiorrespiratória e também morreu

De acordo com os socorristas do Samu, o motorista do carro de aplicativo ficou preso às ferragens e foi levado para o Hospital João XXIII com ferimentos no rosto, sangramento no ouvido, traumatismo craniano e confusão mental. 

O tenente André Muniz ressaltou que não houve vítimas no micro-ônibus e o motorista foi submetido a um teste de bafômetro onde não foram constatados sinais de embriaguez. Ele foi conduzido ao Detran. 

O tenente solicita aos condutores que dirijam com atenção e cautela, principalmente no Anel Rodoviário, que é uma via de trânsito rapida e onde, consequentemente, os acidentes costumam ser mais graves.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade