Publicidade

Estado de Minas

Morre em Montes Claros vendedor agredido a pauladas por dupla que tentou roubar moto

Alan Santos, de 29 anos, sofreu vários golpes na cabeça e, mesmo desacordado, continuou sendo agredido. Ele chegou a ser internado, mas não resistiu


postado em 07/10/2019 11:14 / atualizado em 07/10/2019 11:35

Foto do vendedor Alam Evaristo, morto a pauladas em tentativa de assalto em Montes Claros.(foto: Redes sociais/divulgação)
Foto do vendedor Alam Evaristo, morto a pauladas em tentativa de assalto em Montes Claros. (foto: Redes sociais/divulgação)
O vendedor Alan dos Reis Evaristo Santos, de 29 anos, morreu neste domingo na Santa Casa de Montes Claros, no Norte de Minas. Ele estava internado desde a manhã de sábado, quando foi agredido a pauladas durante uma tentativa de assalto.  Os dois suspeitos do crime estão sendo procurados, sendo que um deles já foi identificado pela Polícia Militar. O corpo de Alan será sepultado ainda nesta segunda-feira. 

A tentativa de assalto e agressão ao vendedor aconteceram na Avenida Antônio Lafetá Rebello, mais conhecido como Avenida do Córrego Melancias, entre os bairros Monte Carmelo e Santa Laura, Região Norte da cidade. Conforme a Policia Militar, Alan seguia, conduzindo uma moto, tendo como passageiro o pai, o aposentado Joaquim Evaristo dos Santos, de 76.

Quando a moto percorria um trecho da avenida, que está em obras de pavimentação, foi interceptada por dois indivíduos armados, que  anunciaram o assalto. De acordo com a PM, Alan e o pai reagiram e entraram em luta corporal com os assaltantes.  As vítimas passaram a ser agredidas pelos autores com pedaços de madeira.

O aposentado conseguiu fugir, mas Alan sofreu várias pauladas na cabeça. Joaquim Evaristo relatou para a PM que, mesmo caído ao solo e desacordado, o filho continuou sendo agredido pelos autores. 

Logo em seguida, os agressores fugiram em direção ao Bairro Santa Laura, sem levar nada das vítimas. Eles não teriam levado a moto porque a chave sumiu no momento da confusão. Na fuga, eles renderam Nilce Gonçalves Durães, de 47, que passava de bicicleta pelo local. Além de tomarem de assalto a bicicleta, eles roubaram o celular da mulher. 
 
A Policia Militar informou que, por meio de câmeras de segurança de residências do Bairro Santa Laura, foi identificado um dos suspeitos do assalto e da agressão ao vendedor. Ele mora no próprio Bairro Santa Lúcia e já tem  passagens pela polícia por roubo e outros crimes.


Publicidade